60% dos universitários querem abrir o próprio negócio

Data 16/10/2012

Abrir o próprio negócio é o objetivo profissional de um em cada seis estudantes brasileiros. O dado foi apontado por pesquisa da Endeavor , organização internacional sem fins lucrativos que promove o empreendedorismo de alto impacto, que ouviu 6 215 estudantes universitários de todas as regiões do país que responderam perguntas referentes à sua exposição ao empreendedorismo, suas aspirações, confiança em suas capacidades e resultados que esperam ao abrir uma empresa.

De acordo com o estudo, os homens tendem a ser mais empreendedores do que as mulheres: 67,5% manifestaram este desejo contra 51,7% do sexo oposto. Entre os potenciais empreendedores, no entanto, apenas 38,1% afirmaram que dedicam algum tempo estudando como iniciar um novo projeto e somente 24,4% economizam dinheiro para isso.

Raio X das Universidades – Professores de 46 universidades brasileiras responderam a um questionário que apontou que o empreendedorismo está em evidência nas instituições de ensino superior: 76,1% das universidades analisadas oferecem alguma disciplina de empreendedorismo na graduação – porcentagem bem maior que a média mundial, que é de 24,8%.

No entanto, esses cursos são de iniciação ao empreendedorismo: 69,6% das universidades analisadas disseram oferecer cursos de “Introdução ao empreendedorismo” e 63,0% de “Criação de empresas”.

Para atrair um número cada vez maior de alunos, as instituições estão proporcionando atividades mais práticas aos alunos, 89,1% recebem palestrantes convidados a falar sobre empreendedorismo – a média mundial é de 71,4% – e 43,5% das Universidades promovem visitas e/ou excursões focadas em empreendedorismo e pequenos negócios.

Ainda que a educação empreendedora nas universidades esteja avançando, apenas 39,7% dos estudantes afirmam que já cursaram uma disciplina ligada a empreendedorismo.
 


*Essa notícia foi publicada no site Click Carreira, em 11/10/2012