3 motivos para você pensar em automação para RH agora mesmo

Data 21/10/2019

Os avanços tecnológicos com Inteligência Artificial e machine learning têm permitido cada vez mais que máquinas alcancem a capacidade humana até mesmo em tarefas cognitivas. Diante disso, adotar estratégias baseadas no uso de automação para RH pode ser a chave para aumentar os resultados do negócio e essa realidade já não está mais distante.

De acordo com um estudo da International Data Corporation (IDC), atualmente 5 bilhões de consumidores interagem com dados diariamente. Realizado com base em uma pesquisa em curso e acrescido de entrevistas de 2.400 executivos e especialistas em TI de vários mercados, o levantamento estima que 75% da população global estejam conectados e interagindo com essas informações rotineiramente até 2025.

Esses números mostram que a transformação digital vai além da evolução dos dispositivos e tecnologias, trazendo a integração de dados inteligentes para todos os processos.

automação para RH
Mirela Siani, Gerente Global de Inovação e TI da Vale

Contudo, lidar com esse processo tem seus obstáculos. É o que explica a Gerente Global de Inovação e TI da Vale, Mirela Siani. “São desafios diários, primeiro porque, com a tecnologia, quando menos esperamos, já estamos atrasados. Temos que estar em constante evolução. Os projetos necessitam de entrega de rapidez enorme, por isso temos que casar as demandas do dia a dia com esses avanços, principalmente quando falamos de inovação”, pontua.

Mas por que a automação para RH é tão relevante para sua organização? Confira a seguir 3 motivos que provam a importância de pensar na adoção dessa estratégia o quanto antes.

1 – Automação para RH pode melhorar seus resultados

A aplicação de soluções capazes de automatizar processos, especialmente na gestão de pessoas, pode ser o caminho para melhorar resultados. Isso porque essas ferramentas tendem tanto a aumentar a qualidade e a velocidade das rotinas como a reduzir erros.

Para Mirela, o reflexo não se resume ao desempenho dos software e influencia também o rendimento dos profissionais envolvidos. Segundo ela, a inovação oriunda da transformação digital traz consigo uma mudança de mindset.

“Eu vejo esse movimento como um mix de várias coisas acontecendo ao mesmo tempo. Em termos de soluções inovadoras que temos que trazer e da forma como devemos começar a trabalhar, em um modelo mais ágil, onde se aplica mais a colaboração”, avalia.

2 – Reduzindo custos investindo em automação

Conforme apontam dados de 2017 do McKinsey Global Institute, pelo menos metade das tarefas realizadas sob o custo global composto de US$ 16 trilhões poderiam ser automatizadas em alguma medida.

Embora a estimativa da consultoria seja de que apenas 5% das funções permitam a automação total, 60% delas permitiriam a aplicação de soluções tecnológicas em cerca de um terço de suas rotinas.

Se por um lado a presença cada vez mais significativa de máquinas no ambiente de trabalho ainda gera receio dos trabalhadores, Mirela explica que a realidade está longe de ser uma ameaça aos profissionais.

“Temos que pensar que tecnologia e pessoas estão totalmente juntas, pois a tecnologia tem um limite. As qualidades do ser humano são totalmente essenciais, então, quando falamos de machine learning, por exemplo, ele não atua sozinho. Para eu poder trazer uma análise avançada, para fazer com que a máquina me mostre os dados, eu tenho que ensiná-la. Quanto mais eu fizer isso, mais ela vai me trazer resultado”, exemplifica.

3 – Benefícios mútuos para organização e funcionários

automação para RH

Segundo mostra o relatório Decoding Organizational DNA, da Accenture, otimizar o tratamento de dados do ambiente de trabalho pode gerar até 12,5% de aumento de receita. Realizado no fim de 2018, a pesquisa ouviu 1.400 executivos e 10 mil trabalhadores de 13 países, incluindo o Brasil.

Ao mesmo tempo, 92% dos funcionários entrevistados afirmam que estariam abertos à utilização de seus dados por suas companhias em troca do aprimoramento de suas produtividades, bem-estar e outros benefícios.

Para Mirela, a experiência da Vale com as soluções oferecidas pela LG lugar de gente ilustra como esse processo de automação no RH pode gerar benefícios mútuos. “Por exemplo, antes os avisos de férias tinham que ser entregues manualmente. Hoje, implementamos uma forma totalmente automatizada via SMS. Isso mudou completamente a vida dos colaboradores da Vale no Brasil. Muitos não precisam mais deixar de trabalhar ou sair mais cedo de sua residência, deixando de passar mais tempo com suas famílias, para entregar um papel: é tudo automatizado”, relata.

Indo além, a Gerente Global de Inovação e TI estima que nos próximos anos a companhia tenha processos totalmente realizados por máquinas. “Quando falamos em tendências de automação, vemos que em várias áreas ela virá absurdamente forte. Por exemplo, até 2028 é fato que 100% da minha folha de pagamento será totalmente automatizada”, completa.

Bônus: como explorar o potencial da tecnologia

Mirela Siani participa da Trilha do Dia do Profissional de TI. Em celebração à data, comemorada em 19 de outubro, preparamos uma série de conteúdos gratuitos com o tema “Explorando o potencial da tecnologia: como garantir resultados e agregar valor ao negócio?”.

Além de contar um pouco de sua trajetória, a gerente destaca pontos aos quais os líderes devem estar atentos para caminhar junto aos avanços tecnológicos. Para acessar a trilha de conteúdos e saber mais sobre o assunto, clique aqui.

Quer entender mais sobre os benefícios da automação para RH e do potencial da tecnologia para seu negócio? Clique aqui e acesse a trilha de conhecimento “Explorando o potencial da tecnologia: como garantir resultados e agregar valor ao negócio?”.