Avaliação de desempenho: o que esperar dos resultados?

Data 06/09/2011

O princípio básico de qualquer empresa que atua sob a lógica do lucro é obter o máximo de produtividade dos colaboradores. Essa máxima costuma valer tanto para multinacionais quanto para a serralheria da esquina, onde o dono, não sem razão, confia o fechamento do caixa ou o atendimento a um cliente especial a um funcionário em detrimento de outro, por exemplo.

Com base no monitoramento do desempenho dos funcionários é que estruturas de benefícios são montadas para que as pessoas sejam estimuladas a trabalhar mais e melhor. A grande diferença está no modo como as empresas avaliam o desempenho dos funcionários, ou seja, se seguem ou não alguma metodologia ou se o monitoramento depende unicamente da perspicácia do empreendedor.

Essa avaliação pode vir na forma de dados tabulados para que o próprio funcionário interprete e tome as medidas que julgar necessárias ou pode ficar à mercê de feedbacks e avaliação da chefia.

Estrutura de monitoramento

Mas, afinal, qual seria o formato ideal de uma estrutura de avaliação de desempenho? Na opinião da vice-presidente da ABRH Nacional (Associação Brasileira de Recursos Humanos ), Elaine Saad, a implantação de um processo desse tipo depende totalmente do estabelecimento prévio dos parâmetros de avaliação e das metas a serem atingidas.

“Com isto damos clareza para as pessoas quais são as expectativas da organização, da chefia, em relação à atuação dela. Isto, certamente, é uma ferramenta de alinhamento de expectativas”, acredita.

Além disso, a etapa de entrega dos resultados da avaliação não pode ser isolada de um processo de feedback contínuo, com a finalidade de posicionar o colaborador sobre seu desempenho ao longo do tempo. Isso inclui orientações periódicas sobre o que ele deve fazer para atingir as metas antes que os prazos estourem.

“A avaliação de desempenho se inicia com um processo de alinhamento de expectativas e caminha para um processo de desenvolvimento dos indivíduos e da organização, se utilizada de forma adequada”, afirma Elaine.

Isso significa que a avaliação de desempenho está intimamente ligada ao mapa do desenvolvimento potencial dos funcionários e deve apresentar as informações necessárias que identificam oportunidades de melhoria e planos de ações da organização, tanto dos departamentos quanto de cada colaborador.

Se o dono de uma serralheria mantém os olhos atentos sobre a produção, orientando os funcionários quanto aos resultados esperados e os prazos combinados, pode ser que a avaliação de desempenho para dele seja mais eficaz do que a de uma grande empresa, que pode ser repleta de burocracias.

A implantação de um processo de avaliação também relaciona-se a aspectos culturais da organização e precisa ser coerente com a missão, a visão e os valores da empresa.
Primeiramente, os gestores precisam estar capacitados para a metodologia de gestão por competências, sabendo oferecer feedbacks e acompanhamento diário para as pessoas sob sua gestão.

Visão holística de resultados

A confiança nos resultados da avaliação de desempenho depende da abrangência dos dados analisados, explica Elaine.

Para ela, é importante sempre considerar o total de informações sobre a pessoa, com o cruzamento das informações relacionadas a competências, potencial e desempenho. Só a partir daí, é possível começar a desenhar a trilha de desenvolvimento ou de movimentação do profissional.

“Nenhum resultado isolado deve ser usado para definir a vida ou carreira de ninguém”, alerta ela.

O contexto em que vive o profissional ou o próprio ambiente que a empresa oferece pode, inclusive, não ser propício para o desenvolvimento de um profissional capacitado e motivado, apresentando uma deficiência da própria empresa.

“Não dá para considerar nomenclaturas e descrições de competências de mercado sem considerar as peculiaridades culturais e os desafios estratégicos de cada organização”, acredita Elaine.

Ainda segundo ela, é justamente isso que faz com que as companhias olhem para os profissionais sob o viés das necessidades, a fim de contar com as melhores pessoas nos melhores lugares.

Essa notícia foi publicada no Portal HSM, em 30/08/2011.

Comentários