fbpx

Benefícios: tão importantes quanto o salário

Data 03/12/2013

Um bom plano de saúde, que ofereça ampla rede de atendimento em instituições de qualidade para realização de consultas, exames e internações, e ações que ofereçam suporte para que os colaboradores levem uma vida mais saudável podem fazer a diferença na hora em que o profissional precisa decidir se fica na empresa ou aceita uma proposta de trabalho. Pesquisa feita pela seguradora MetLife, companhia do ramos de seguros e benefícios presente em mais de 50 países, mostrou que 72% dos colaboradores permaneceriam mais tempo na empresa atraídos por bons benefícios, especialmente os que focam em saúde e qualidade de vida e vão além do que é exigido por lei.

Os tradicionais planos de saúde e de participação nos lucros continuam entre os mais ofertados, mas é crescente o número de companhias que apostam em benefícios diferenciados como uma maneira de enfrentar a concorrência e reter talentos. A HP, multinacional de informática, investe em uma prática ainda pouco conhecida no Brasil, mas que já é bem avaliada pelos funcionários. Trata-se do Wellness Coach, processo que ajuda as pessoas a mudarem seu comportamento em favor da saúde e do bem-estar em um curto período de tempo. “Temos um funcionário que perdeu 12 Kg em 13 meses de programa e a sua mudança refletiu em hábitos saudáveis para a toda a família”, explica Claudia Giusti, gerente de Total Rewards Brasil da empresa.

A política de benefícios da HP é norteada por três pilares que a companhia entende como fundamentais para atender os funcionários: saúde física, financeira e gerenciamento do stress. “Esse programa é um diferencial de mercado e é um fator de retenção”, diz Claudia.

Na Kimberly-Clark, a preocupação também vai além do retorno financeiro. A empresa oferece apoio psicológico, inclusive para questões pessoais, e consultoria jurídica, como a revisão de contratos de aluguel, para os colaboradores e familiares. “Garantir a satisfação dos colaboradores é importante para reter talentos e atrair gente nova para a empresa”, diz Flavia Dantas, gerente de Recursos Humanos.

Já a Serasa-Experian dá oportunidades para que os colaboradores desenvolvam seu lado artístico. Para isso, foi criada uma “escola de artes” na sede, em São Paulo. Os funcionários podem escolher entre técnicas teatrais, vocais, artes circenses e música. “Ao participarem dessas atividades, eles desenvolvem habilidades que estavam ‘escondidas’, como o dom de falar em público, e aprendem a lidar com situações adversas, levando esse aprendizado para o ambiente de trabalho”, diz Guilherme Cavalieri, diretor de Desenvolvimento Humano da empresa.

Na escola de artes da Serasa-Experian, o destaque é o grupo teatral Magia do Riso, que se apresenta em escolas e hospitais, seguindo o modelo dos Doutores da Alegria. Uma empresa foi contratada pela Serasa para ajudar o grupo a encontrar a melhor maneira de abordar os pacientes e seus familiares. “Os benefícios são tão importantes quanto um bom salário”, afirma Carolina Danta, executiva de Vendas da Locaweb, provedora de serviços de internet. Há cinco anos na empresa, ela diz que, em função dos benefícios diferenciados, não aceitaria mudar de emprego caso recebesse alguma proposta. Além dos benefícios tradicionais, como forma de melhorar a qualidade de vida, oferece a opção de jornada flexível para que os funcionários possam escapar do trânsito no horário de pico. “Não importa em que horário o profissional venha para a empresa, o importante é entregar o trabalho; aqui não é um regime militar”, diz a Cláudia Ajbeszyc, gerente de Recursos Humanos da empresa.

A empresa também disponibiliza uma sala de relaxamento, onde os colaboradores podem recarregar as baterias ou esperar o trânsito diminuir para voltar para casa. Esse é o espaço preferido de Carolina Dantas. “Eu costumo descansar um pouco depois do almoço, mas a sala é ótima também pra conversar com os amigos do trabalho”, diz. O espaço tem videogames, duas TV´s, mesas de sinuca e jogos de tabuleiro.

 


*Essa notícia foi publicada no site Canal RH, em 28/11/2013

Compartilhe:
Comentários