Brasileiros melhoram, mas ficam em 38º em ranking de conhecimento de inglês

Data 11/11/2013

Os brasileiros estão melhorando seu desempenho na língua inglesa, mas ainda continuam longe da proficiência ideal. É o que mostra um estudo da empresa de educação internacional EF Education First.

O Brasil aparece na 38ª posição do ranking de países proficientes na língua, a lista tem 60 nações. No ano passado, o país era o 46º colocado.

Suécia, Noruega e Holanda são os três primeiros países da lista. O Iraque aparece na última posição.

Para produzir o levantamento, a empresa avaliou gramática, vocabulário, leitura e compreensão de 750 mil adultos em 60 países.

Segundo o estudo, o Brasil cresceu 2,80 pontos no ranking, de acordo com as avaliações, qualquer resultado superior a dois pontos indica uma significativa mudança na habilidade com a língua inglesa.

Entre os países que compõem o bloco emergente BRIC (Brasil, Rússia, Índia e China), o Brasil ficou com pior a pontuação. A Índia cresceu 7,03 pontos; a Rússia, 5,29 pontos; e a China teve um aumento de 3,15 pontos.

A Turquia e o Cazaquistão foram os países que tiveram o maior crescimento com 11,86 e 11,73 pontos, respectivamente. Já países como Guatemala, El Salvador, Noruega, França, Qatar, Irã, Algéria e Arábia Saudita pontuaram negativamente, variando de 2,08 a 6,86 pontos.

Segundo o levantamento, o governo brasileiro tem feito esforços para aumentar o nível de proficiência em inglês no país, tornando-a obrigatória para o programa educacional Ciências Sem Fronteiras e realizando intercâmbios de professores.

A Copa do Mundo de 2014 e a Olimpíada de 2016 também são citados como motivadores para a busca do conhecimento da língua.

 


*Essa notícia foi publicada no site Folha de São Paulo, em 05/11/2013

Compartilhe:

Comentários