CEOs brasileiros são os que mais pretendem contratar neste ano

Data 01/02/2010

 

Os CEOs (diretores-executivos) brasileiros são os que possuem a maior expectativa de contratação para este ano. No País, 60% dos executivos pretendem aumentar o quadro de colaboradores em 2009, sendo que a média global é de 40%.

Os dados são da 13ª Pesquisa Anual Mundial de CEOs, realizada pela PricewaterhouseCoopers com 1.198 executivos de 52 países, durante o último trimestre de 2009.

De acordo com os dados, ainda no Brasil, 27% dos CEOs pretendem aumentar o número de funcionários em menos de 5%, enquanto a mesma proporção deve incrementar a mão-de-obra em mais de 8% e 7% responderam que vão elevar o número de profissionais entre 5% e 8%.

Contratações

A Índia ocupa a segunda posição entre os países que mais pretendem contratar neste ano. No total, foram 59% dos CEOs que apontaram que vão aumentar o quadro de funcionários neste ano.

Na sequência, estão os executivos de China e Hong Kong (53% das respostas), Coreia (50%), Canadá (48%), Austrália (47%), Reino Unido (42%) e Estados Unidos (39%).

Entre os países que pretendem contratar menos, estão a Espanha (9%), a Alemanha (27%), a Itália (29%) e a França (30%).

No mundo

A pesquisa revelou que 81% dos CEOs estão confiantes em suas projeções para os próximos 12 meses, enquanto 18% disseram que estão pessimistas.

Na América do Norte e no Oeste Europeu, cerca de 80% dos executivos disseram estar confiantes no crescimento para o ano que se apresenta, ante 91% daqueles que estão na América Latina e na China/Hong Kong e 97% daqueles da Índia.

Quando analisado o longo prazo, as perspectivas também são positivas, com 90% dos CEOs que expressaram confiança no crescimento nos próximos três anos.

Essa notícia foi publicada na Info Money, em 28/01/10