Chefes desrespeitam a lei de hora extra, dizem funcionários

Data 25/09/2012

A maioria dos profissionais que trabalham além da carga horária estabelecida pela empresa diz que seus chefes desrespeitam as regras de hora extra, mostra um estudo do The Workforce Institute, um grupo especializado em pesquisas sobre questões críticas de trabalho.

No Brasil, 65% dos entrevistados afirmam que seus coordenadores violam alguma regra trabalhista, especialmente sobre horas remuneradas.

Ainda de acordo com o estudo, 33% dos funcionários no país contabilizam horas extras a pedido de seus empregadores.

A possibilidade de aumentar a remuneração por meio de horas extras é atraente. No Brasil, 92% dos profissionais dizem que aceitariam uma proposta para trabalhar durante uma maior quantidade de horas.

Participaram desta pesquisa pessoas que trabalham na Austrália, Brasil, Canadá, China, França, Índia, México, Reino Unido e Estados Unidos. O estudo contou com a participação de duas mil pessoas durante o mês de julho de 2012.

 

*Essa notícia foi divulgada no site Exame.com, em 20/09/2012