Choque de gerações: Como lidar com as diferentes gerações no ambiente de trabalho

Data 18/11/2013

Com o aumento da expectativa de vida, é cada vez mais comum encontrar representantes de diferentes gerações no mesmo ambiente de trabalho. Em função do contexto social, econômico e cultural em que se desenvolveram e, principalmente, do viés tecnológico, há diferenças marcantes na maneira com que cada geração se relaciona com o trabalho. Saber lidar com isso pode ser visto tanto como um desafio, quanto como uma oportunidade de se diferenciar diante da concorrência.

Baby Boomers, Geração X, Y ou Z. Segundo a docente, Elsa Pilz, da Faculdade Senac Porto Alegre, perfis tão diferentes exigem da Gestão de Pessoas práticas eficientes para melhorar o ambiente de trabalho e motivar os colaboradores. “O convívio entre pessoas de diferentes gerações propicia um ambiente de aprendizado, no qual os jovens se beneficiam da experiência dos mais velhos, e os profissionais mais antigos com o entusiasmo, criatividade e domínio da tecnologia por parte dos mais novos”, explica. Para Elsa, no mundo dos negócios, “movido principalmente pelo avanço tecnológico e busca de inovação”, as pessoas são o principal ativo das organizações.

Conheça abaixo algumas características das gerações:


Baby Boomers:
Nascidos entre 1946 e 1964. Alguns já aposentados, ainda ativos nas organizações, demonstram uma forte ligação com o trabalho, ficaram muitos anos em seus empregos ou tiveram um único emprego.

Geração X: Os nascidos entre 1965 e 1980 valorizam a liberdade, aprenderam a lidar com a tecnologia e a internet. Foram atingidos em cheio pela globalização, fusões, multiculturalismo e, embora tenham ambição profissional, são mais centrados na família. Percebem a flexibilidade e a criatividade como melhores benefícios percebidos em um emprego.

Geração Y: Abrange os nascidos em meados da década de 1980 até o fim dos anos 90. Cresceu sob a influência da internet, prefere se comunicar pelas redes sociais a ter contato frente a frente. É ávida por inovação e quanto mais relaxado for o ambiente, maior será a capacidade imaginativa e produtiva. Demonstram forte lealdade aos amigos, tendem a dar mais valor à vida, buscando um equilíbrio na relação vida-trabalho. É uma geração comprometida com a sustentabilidade do planeta, e querem atuar em empresas que possuam esses valores. Não se interessam por atividades que não fazem sentido em longo prazo. A maneira como a geração Y se relaciona com o trabalho é altamente impactada pela tecnologia, são mais impacientes do que os representantes da geração X, esperam feedback constante e tem um relacionamento menos formal com seus líderes, estabelecendo uma relação de igual com seus superiores.

Geração Z: Também chamada de geração do Millenium, internet é a filha da geração X. Abrange as pessoas nascidas a partir do fim dos anos 90 e 2000. Já estão fazendo escolhas profissionais e são altamente conectados, vivendo em um mundo virtual, utilizando vários equipamentos ao mesmo tempo e chegando a casos de dependência tecnológica.


*Essa notícia foi publicada no site Administradores, em 14/11/2013

Comentários