Coaching e Liderança

Data 20/11/2012

*Por José Roberto Marques
 

Antigamente, para se exercer um cargo de liderança dentro das organizações, era necessário que o profissional tivesse plenos conhecimentos específicos da área e uma postura de respeito, sendo centralizador de poder, delegando tarefas, cobrando resultados e demonstrando autoridade.

Os processos de trabalho se transformaram, assim como as relações no ambiente corporativo. Os profissionais que mais sofreram com essas modificações foram os líderes. Essa importante figura deixou de ser o temido e rígido chefão, passando a ser a referência nas organizações.

Conhecimentos técnicos já não são o suficiente para que um profissional desempenhe com excelência a função de líder. Esse profissional deve possuir habilidades que vão além do processo de planejar, distribuir atividades e agir para alcançar os resultados, de maneira a atender apenas os interesses das empresas.

O líder deve ser capaz de liderar pelo exemplo, ouvir, motivar e desenvolver seus liderados, de forma coletiva e individual. Empresas são feitas de pessoas e a valorização do capital humano está em alta e vem sendo o diferencial competitivo das organizações. Empresas que tem como foco seus colaboradores têm maior produtividade e melhores resultados.

Em uma pesquisa, realizada em Harvard, foi constada que para superar uma empresa que ocupa o primeiro lugar em seu segmento e tem como base o desenvolvimento de pessoas, são necessários sete anos. Se a mesma empresa ocupa a liderança pautada pelo preço de seus produtos ou pela propaganda e publicidade, são necessários, respectivamente, 60 dias e um ano para superá-la. O que demonstra que o poder das organizações está alicerçado no desenvolvimento de pessoas.

E o líder tem grande influência sobre isso, pois ele, hoje, tem a responsabilidade de desenvolver seus liderados, tanto profissionalmente quanto na vida pessoal.

Para capacitar esses profissionais, algumas empresas buscam curso de liderança, voltado a desenvolver e aprimorar habilidades que auxiliam na condução de equipes e colaboradores. O Coaching é um método eficaz e completo, pois, além de capacitar o líder, oferece técnicas e ferramentas que o habilitam a desenvolver seus colaboradores e equipes.

Motivação, comunicação, flexibilidade, percepção, inteligência emocional, gestão de tempo, planejamento estratégico, definição de metas, objetivos e foco nos resultados, são alguns dos aspectos trabalhados durante o curso de Coaching.

Um líder com formação em Coaching, ou seja, um Leader Coach, tem muito mais a oferecer às organizações, pois é um profissional altamente comprometido com os resultados das empresas e principalmente com o desenvolvimento de pessoas. Conduzirá com assertividade a equipe, dando a cada um sua responsabilidade sobre os projetos.

Por outro lado, os colaboradores, tendo uma liderança pautada na cultura do Coaching, encontrarão um ambiente seguro e confortável para desenvolverem suas atividades, fazendo parte dos processos e tendo suas expectativas pessoais e profissionais atendidas.

 

*José Roberto Marques é presidente do Instituto Brasileiro de Coaching- IBC. Master Coach Senior certificado por renomadas instituições internacionais: European Coaching Association (ECA), Behavioral Coaching Institute (BCI) International Association of Coaching Institutes, Global Coaching Community (GCC) e Metaforum International.

Comentários