Como manter seu time engajado

Data 30/01/2017
Equipe de trabalho em reunião com seu líder em sala de reunião

Equipe de trabalho em reunião com seu líder em sala de reunião

*Por Renato Curi

No livro O 8º hábito, Stephen Covey apresenta uma pesquisa com 23 mil pessoas, das quais 37% diziam entender o que a organização estava tentando atingir e o porquê. Se esse percentual fosse aplicado a um time de futebol, isso significaria dizer que 7 dos 11 jogadores não sabem de que lado devem fazer o gol. De alguma forma eles estariam competindo entre si, ao invés de buscarem a mesma direção.

Em uma equipe ou empresa isso representa que funcionários que não conhecem os objetivos do negócio, não dividem a mesma causa ou não estão reforçando a mesma cultura, uma vez que a direção não é clara. A Crescimentum realizou uma pesquisa com 2.557 líderes, avaliados em 67 questões de liderança, e estavam entre as três menores notas a seguinte questão: Cria uma visão de futuro que motiva sua equipe. Fica evidente a insatisfação dos liderados nessa pesquisa que estão carentes da visão de futuro.

Pense por um instante quantos conflitos são gerados pelas pessoas não estarem alinhadas no mesmo objetivo, quanto tempo se perde em discussões pelas pessoas não conhecerem as prioridades. E quanto potencial é desperdiçado por pessoas que não dedicam seu melhor intelecto ao negócio, uma vez que não estão vinculadas emocionalmente ao trabalho. Despertar o melhor de um colaborador não é alcançado por meio de uma instrução, é um sentimento de escolha pessoal. Logo é preciso ter um objetivo comum que minimize esses problemas e engaje as pessoas.

Então, alguém poderia dizer que o objetivo é óbvio: gerar lucro ou aumentar o desempenho. Claro que isso é o fim de qualquer organização privada, mas a questão está no que sua empresa ou área está tentando construir enquanto se busca o lucro. Qual o propósito comum que faz as pessoas se unirem na mesma direção? A maior parte das pessoas querem ter a sensação que estão participando da construção de algo maior do que elas mesmas e de que estão construindo um legado que vai durar.

Reflita conjuntamente com as pessoas da sua equipe ou toda empresa por que existimos, ou, o que o mundo perderia se deixássemos de existir, e inicie a construção de um time mais engajado.

*Renato Curi é sócio-diretor e trainer da Crescimentum

Comentários