Como ser um bom gestor? Dicas para você chegar aonde deseja

Data 10/02/2017

Liderança, iniciativa, agilidade, versatilidade, maturidade, pensamento estratégico… São muitas as qualidades que se esperam de um gestor. Principalmente no competitivo mercado atual, que vem exigindo um profissional com desempenho acima da média e habilidades bem específicas de quem decide atuar na gestão de uma empresa. Seja no próprio negócio ou no departamento de uma grande companhia, o gestor é quem mais costuma trabalhar. Pois, além dos próprios projetos da empresa, tem toda uma equipe para gerenciar, e tarefas burocráticas com que se ocupar. E aí, está disposto a encarar o desafio? Então você não pode perder as dicas sobre como ser um bom gestor que preparamos a seguir.

“Não cabe todo mundo lá em cima”

Segundo Franklin Valadares, CTO e co-fundador do Runrun.it, “não cabe todo mundo lá em cima. Se você não entrar no ‘jogo’ da empresa, provavelmente vai se frustrar com seu plano de carreira. Para cada dez analistas, vai existir um cargo de gerente”.

Ele lembra que algumas empresas são mais meritocráticas do que outras – organizações em que a cultura de resultados prevalece. Nesse caso, os melhores resultados levam à promoção.

Mesmo assim, quanto mais para cima na estrutura de uma grande corporação você for, mais a política vai fazer parte do seu dia a dia. Ou seja, você provavelmente deixará de lado a atividade que realizou para chegar até ali.

E então, continua disposto a seguir adiante? Maravilha! O foco é um dos atributos mais valorizados em um gestor.

Dicas para jogar (e ganhar) o jogo

Primeiro, vamos assumir que você ainda não seja um gestor – mas que queira muito chegar lá. Mas o que é ser líder, na prática? O próprio Franklin Valadares compartilha alguns aprendizados indispensáveis:

“Cuide para que seu trabalho seja mensurável” Valadares orienta que, mesmo que você seja jovem, criativo e acredite na cultura do trabalho livre, “lembre-se de que alguém está pagando para que você entregue algo”. Volume de entrega ajuda a trazer valor e visibilidade, sem aquela chatice de politicagem. É resultado, direto e reto.

“Entenda qual é a fórmula de geração de valor da sua empresa”. De acordo com ele, toda empresa tem um processo de geração de potenciais clientes, de gerar interesse por seus produtos ou serviços, vender, reter e ampliar a receita com os clientes atuais. Então, o conselho aqui é: invista o seu tempo entendendo o modelo de negócio da empresa em que você atua. Pense além da simples execução. Fica mais fácil entregar valor, o único motivo pelo qual você foi contratado.

“Formalize as decisões”. O conselho de Valadares, aqui, é deixar “as decisões gravadas na pedra”. Afinal, lá na frente, quando alguém cobrar algo inconsistente, você terá um histórico do que foi decidido e o porquê das suas ações. Fica fácil mostrar o registro do “antes e depois”.

“Esqueça a motivação. Foque na disciplina”. Motivação você já tem, ou deveria ter. Agora, Valadares recomenda que você reflita sobre os motivos pelos quais está na empresa. Dinheiro? Carreira? Aprendizado? Propósito? Mas, se o seu sonho é estar em outro lugar, tenha bem claro onde esse lugar é (mesmo que seja dentro da mesma empresa). Anote, coloque uma data viável. Pronto, você já tem um objetivo. Agora, é focar na disciplina para alcançá-lo.

Último e mais importante: “trabalhar dá trabalho”. Valadares guarda o principal conselho para o final: “sue a camisa, sem dó!” Mas, não se esqueça de se divertir com a família e os amigos. “Afinal”, conta ele, “trabalhamos para construir coisas legais, ganhar dinheiro e desfrutar com as pessoas que amamos”.

Você chegou lá? Veja dicas pontuais sobre como ser um bom gestor

O aprimoramento de um gestor é um processo contínuo. Você vai ver que há muito a se aprender com seus colaboradores, e principalmente com gestores mais experientes. A propósito, esta já é uma dica fundamental, talvez a mais importante: ter a figura de um mentor sempre presente. O mentor é justamente o gestor experiente, capaz de apontar o caminho quando você se sentir perdido.

Como ele provavelmente daria algumas dessas dicas a você, considere este artigo como sua primeira mentoria:

  • Tenha a mente aberta para saber escutar, aprender e formar novos raciocínios a partir dessa aprendizagem;
    Saiba quando se expor e quando se preservar no relacionamento com a equipe;
  • Valorize o trabalho de seus colaboradores e procure enfatizá-lo sempre aos clientes internos e externos que o receberão.
  • Quando um dia não terminar com o resultado esperado, procure dormir o “sono dos justos” e de quem tentou todo o possível. Assim, no dia seguinte, você e a equipe estejam bem dispostos para dar a volta por cima. Tente não levar problemas de um dia para o outro.
  • Procure estabelecer sempre uma comunicação eficiente com seu time. Pois isso é um fator elementar na interação de pessoas. Existem algumas frases que movem montanhas (e projetos), como “Confio na sua decisão” e “O que você acha que pode melhorar?”, e outras que devem ser evitadas, como “Dê 110%” e “Se você não faz, vou encontrar quem faça”.
  • E lembre de celebrar com todos as pequenas vitórias. Não é necessário abrir uma garrafa de champanhe para isso, mas elogios sinceros são, além de reconhecimento, celebração para quem souber recebê-los. Trata-se de saber valorizar a performance que merece ser valorizada.

Dica importante: atualize-se e automatize a gestão. O bom gestor é prático, mas também deve se amparar na teoria. Pois há sempre novas metodologias e ferramentas surgindo por aí.

Essa notícia foi publicada no site Runrun.it, em fevereiro de 2017

Compartilhe:

Comentários