Comunicação Interna x Endormarketing

Data 28/12/2011

LG: Em seu livro “Endomarketing de A a  Z”, você pontua algumas diferenças entre ‘Comunicação Interna’ e ‘Endomarketing’. Apesar de não ter um consenso entre os diversos autores, quais seriam as principais divergências, em sua opinião, entre essas áreas?

Analisa: Não vejo divergências, pois são processos complementares. São diferentes: Comunicação Interna é a informação repassada por meio de canais/veículos internos e das lideranças. Endomarketing é a informação repassada com técnicas e estratégias de marketing. Os dois processos devem existir dentro de uma empresa e são complementares. Não consigo ver divergência entre eles. Quanto às divergências dos autores, cada um pode desenvolver a sua própria teoria. Nos meus livros, não cito outros autores ou grandes estudiosos, coloco apenas as minhas ideias e aquilo que já coloquei em prática nas empresas para as quais eu trabalho.

LG: Como diferenciar uma campanha de Comunicação Interna de uma de Endomarketing?

Analisa: No meu entender, campanhas são sempre de Endomarketing. Comunicação Interna é o repasse da informação por meio de canais e das lideranças.

LG: Nesta perspectiva, como o Endomarketing colabora com as ações de Comunicação Interna e vice-e-versa?

Analisa: Como coloquei, são processos complementares. Penso que o Endomarketing reforça aquilo que a Comunicação Interna trabalha em nível de informação.

LG: Você acredita que, em algumas empresas, é possível trabalhar somente com Comunicação Interna, sem promover campanhas de Endomarketing?

Analisa: Acredito que sim. Na essência, Comunicação Interna tem que vir primeiro e, no meu entendimento, é o processo mais importante por trabalhar a informação como estratégia de aproximação da empresa com o seu público interno.

LG: Atualmente, quais são as principais tendências do Endomarketing?

Analisa: A grande tendência é utilizar o Endomarketing para criar SIGNIFICADO para as pessoas estarem na empresa e se engajarem em seus processos, programas e projetos. As empresas estão precisando adotar grandes causas e gerar significado para atrair, reter e engajar empregados. A outra tendência é a adoção de programas interativos com a utilização de meios tecnológicos. Outra é a adoção de uma linguagem dinâmica, jovem, rápida, pois as pessoas estão se acostumando com as mensagens repassadas em 140 caracteres. É uma nova realidade, na qual a Comunicação Interna e o Endomarketing estão precisando se adaptar.

LG: Quais são os principais erros das empresas na hora de implantar uma campanha de Endomarketing?

Analisa: Penso que o principal é não conhecer com profundidade o seu público interno e usar uma linguagem inadequada. Outro erro é subestimar a percepção e a capacidade do público interno. Outro é não ter sistemática, ou seja, entregar uma revista interna neste mês e passar quatro meses sem entregá-la, deixar uma mesma informação por dias num jornal mural ou eletrônico. E o outro, é não ter uma integração entre canais, instrumentos e ações, o que faz com que as pessoas não percebam a Comunicação Interna e o Endomarketing como processos.

LG: O Endomarketing em algumas empresas é atribuição do RH e em outras do departamento de Comunicação/Marketing. Em seu livro, você fala que essa atividade deve ser gerenciada pelas duas áreas, visto que o RH detém o conhecimento sobre o “elemento humano”, e a Comunicação sobre as técnicas e estratégias de comunicação e marketing.  Como esse relacionamento deve ser gerenciado em uma empresa? Uma das áreas deve ficar subordinada a outra?

Analisa: Depende da estrutura e da gestão de cada empresa. Não existe e não pode existir uma regra. Isso depende de vários fatores, entre eles, do tamanho e do segmento em que a empresa atua. Penso que não deve haver subordinação e, sim, uma ação conjunta. Mas em algumas empresas, a área de Comunicação Interna está diretamente subordinada à área de Recursos Humanos e, em outras, está subordinada à área de Marketing ou Comunicação Corporativa. O que serve para uma empresa, não necessariamente serve para a outra.