Empresas investem em ações de RH diferenciadas

Data 04/07/2012

 

A condição de prosperidade nos negócios passa por modificações no ambiente de trabalho. É dessa forma que muitas empresas brasileiras começam a pensar nos últimos anos. Cada vez mais companhias fazem investimentos em melhorias estruturais e procuram conduzir ações diferenciadas capitaneadas pelos seus departamentos de recursos humanos (RH). Tudo para deixar os colaboradores mais adaptados, incrementar a produtividade e, por fim, elevar o faturamento. Uma espécie de círculo virtuoso motivado pela inovação.

“É necessário que as empresas criem um ambiente de inspiração. Hoje, o colaborador, para se sentir satisfeito, quer se encantar com a empresa. Ele precisa se sentir parte da companhia e ter paixão pelo que faz”, aponta a diretora de inovação da Associação Brasileira de Recursos Humanos no Estado (ABRH-RS), Nair Gomes. Segundo a especialista, as fórmulas a serem utilizadas para se conseguir mobilizar a equipe devem se basear nos valores disseminados pela empresa.

Nair acredita que a maior parte das companhias do País vem tentando adicionar algum diferencial em suas rotinas. Mesmo assim, a situação ainda pode melhorar. A dirigente da ABRH-RS ressalta a importância de haver uma mudança de atitude em alguns casos. “Hoje ainda há empresas que impedem os funcionários de acessar a internet ou as redes sociais, que são ferramentas interessantes de interação. As empresas precisam quebrar paradigmas para criar um ambiente de inovação”, exemplifica.

Pensando nisso, a fabricante de bebidas Vonpar procurou descontrair um pouco o local de trabalho. Desde fevereiro, todas as 20 salas de reuniões ganharam layouts relativos aos produtos feitos pela marca. Há dependências com a estampa da vaca mascote da Mu-Mu lembrando que é dia de reunião, com Coca-Cola escorrendo pela parede e com uma janela fictícia que remete à colheita da laranja utilizada nos sucos. Os colaboradores sugeriram a ideia com motivação na mudança de prédio, efetuada em agosto do ano passado. 

“As salas são muito coloridas, cada uma com uma cor diferente. Criar as salas temáticas foi uma forma de traduzir um dos nossos valores, a alegria, na prática. Como os ambientes corporativos são mais cinzas, essa proposta traz maior descontração”, assinala Deise Dornelles, diretora de comunicação e marketing da Vonpar. Deise constata que os espaços inusitados despertam a curiosidade dos visitantes e, corriqueiramente, viram o primeiro tema abordado em um encontro de negócios. A aceitação com a iniciativa prepara terreno para a retomada de um programa chamado Ideias na prática, na qual os funcionários fazem recomendações. A ação era realizada antigamente, mas foi interrompida. Agora, ela será reiniciada a partir de 2013.

Já a Companhia Atlética apostou, sete meses atrás, em modificar o formato das suas reuniões para avaliação de resultados. No lugar de gráficos e discursos sisudos, bolo e conversas motivacionais. A cada 30 dias, a academia de Porto Alegre realiza um evento interno que conta com palestras, distribuição de brindes e até festa para os aniversariantes do mês. “Atualmente, não é possível dissociar a vida pessoal da profissional. Então, procuramos trazer para o trabalho, através das palestras, assuntos como amor, entusiasmo e trabalho em equipe”, explica Paulo Junior, gerente administrativo da unidade na Capital e responsável por conduzir as exposições. 

As palestras duram em torno de 40 minutos e as temáticas são escolhidas pelos próprios empregados uma vez por semestre. Em algumas ocasiões, eles também fazem sugestões de melhorias aos gestores. Além disso, semestralmente, o professor com melhor desempenho ganha uma viagem de quatro dias para Buenos Aires, na Argentina. A postura tem surtido efeito. “Um colaborador envolvido melhora os resultados da empresa. Em setembro do ano passado tínhamos, em média, 700 alunos por mês. Hoje, estamos 1 mil alunos mensais”, assinala Junior.


Essa notícia foi publicada no Incorporativa, em 04/07/2012