fbpx

Falta de autonomia desmotiva jovens profissionais, diz estudo

Data 29/05/2013

A ausência de liberdade para executar tarefas é a principal queixa de estagiários e trainees no ambiente de trabalho. É o que revela estudo realizado pela Page Talent, unidade de negócios da Page Personnel, dedicada ao recrutamento de estagiários e trainees. De acordo com o levantamento, 35% dos jovens informaram que a falta de autonomia é o item que mais o desmotiva no emprego.  
 
Segundo Manoela Costa, gerente da Page Talent no Brasil, os profissionais em início de carreira têm o sonho de começar no ambiente corporativo já ocupando posições estratégicas. “Eles querem ter a liberdade de executar o próprio trabalho, mas ao mesmo tempo, sentem que precisam de supervisão e acompanhamento – e se sentem inseguros ao executar as atividades a sós”.
 
Para 34% dos jovens, ser alocado em uma área pela qual não tem interesse, mesmo que por tempo determinado, foi o segundo item de maior desmotivação. Por último (31%), ideias desenvolvidas por outras pessoas, a mando do seu chefe, foi o item que menos incomodou estagiários e trainees.
 
Para que não haja um conflito entre os interesses desses jovens que acabaram de entrar no mercado de trabalho e o que realmente conseguem executar, Manoela Costa recomenda algumas dicas para que os estagiários possam se manter motivados no trabalho e mostrar que realmente estão preparados para o desafio:
 
Venda suas ideias – Quando trouxer uma ideia, sempre a traga com embasamento. Pensou? Precisa conseguir executar. Para isso, traga detalhes sobre como, quando, com que ferramentas e recursos você conseguiria colocar essa ideia em prática. Com isso você consegue estar mais próximo da execução do seu projeto.
 
Mostre-se interessado pela área em que desejar atuar – Deixe claro porque uma área é melhor para você do que outra. Tente provar que seu conhecimento se assemelha às necessidades dessa área, busque informação, se mantenha atualizado e, sempre que possível, distribua informações relevantes sobre o mercado específico que mais te interessa. Com informação, é mais provável que seus superiores acabem concordando com você.
 
Seja proativo – As duas dicas acima ajudam muito para que você consiga adquirir autonomia, aos poucos. Mas, além disso, é importante que você se antecipe as problemas e busque as melhores formas de solucioná-los antes que seu superior exija isso de você. Ser proativo e saber reconhecer o que merece maior ou menor atenção dá ao seu gestor mais confiança para que você possa começar a tocar seus projetos sem supervisão.

 


*Essa notícia foi publicada no site Click Carreira, em 28/05/2013

Compartilhe:
Comentários