Gestão do tempo: seis hábitos das pessoas bem-sucedidas

Data 01/06/2015

Se existe alguém que você deveria ouvir para dar uma guinada no seu dia, essa pessoa é Heidi Halvorson. Diretora do Motivation Science Center da Columbia University, ela fala com propriedade sobre décadas de pesquisas sobre desempenho profissional. E o que ela tem a dizer a respeito? Que as pessoas bem-sucedidas alcançam seus objetivos especialmente por causa do que fazem, e muito menos por seus talentos natos. Mais do que isso, Heidi escreveu um livro contando o que essas pessoas tendem a fazer diferente das outras. Selecionamos aqui o que está ligado à sua gestão do tempo. Dá só uma olhada no que você pode estar fazendo muito certo e no que ainda dá para aprender:

1. São bem específicas

Da próxima vez que você definir um objetivo, tente ser o(a) mais específico(a) possível. Em vez de “terminar esta tarefa até o fim da semana”, determine “terminar esta tarefa até amanhã”, ou outra data que te dê uma ideia clara do que significa SUCESSO. Sabendo exatamente o que você quer, você se mantém entusiasmado(a) a chegar lá. Em seguida, pense em que ações específicas precisa tomar para alcançar seu objetivo. Só prometer “vou entregar” é muito vago. Seja claro(a), como: “Vou trabalhar 2h nessa tarefa durante dias x, y, z” e você não terá dúvidas sobre o que precisa fazer, nem se você de fato fez aquilo.

2. Traduzem Carpe diem como “Investir em metas”

Muitos de nós tentam a todo custo fazer várias tarefas ao mesmo tempo, no intuito de extrair de cada momento seu máximo. Acontece que, assim, acabamos deixando passar a chance de focar em nossas metas pessoais. Será que você realmente não tem tempo para ir à academia hoje? Ao parque? Para ligar para um(a) amigo(a) distante, ou sair com ele(a)? Investir em metas nada mais é do que organizar sua vida para não perder seus momentos mais importantes. E para viver seu carpe diem, mais uma vez, seja específico(a). Por exemplo: “segunda, quarta e sexta, antes do trabalho, vou fazer meia hora de tais exercícios”. Esse tipo de planejamento ajudará seu cérebro a detectar a oportunidade quando ela surgir, aumentando suas chances de sucesso, segundo estudos, em cerca de 300%.

3. Sabem exatamente quanto falta para chegar lá

Falta conhecimento? Treino? Devo ler mais sobre o assunto, conversar com gente especialista nisso, arriscar novas ideias? O que exatamente falta para eu ser ótimo(a) e não só bom/boa? Seja bastante honesto(a) com você mesmo(a) sobre seu progresso no trabalho. Não porque precisa fazer um relatório sobre isso, mas para você ter seu controle de quanto ainda falta para ser quem você quer. Se não souber quão bem você está se saindo, não sentirá necessidade de mudar alguma postura ou, melhor ainda, traçar estratégias. Por isso, cheque o seu progresso toda semana, ou até diariamente, dependendo de qual objetivo está em jogo – seja profissional ou pessoal.

4. São otimistas realistas

Definir uma meta requer que você faça uma grande gentileza a você mesmo(a): alimente pensamentos positivos sobre a chance de dar certo. O que você precisa ter em mente é o seguinte: grandes objetivos sempre irão demandar um tempo e dedicação para planejar, talvez um certo desapego aos detalhes para começar e, sempre, metas específicas para persistir. Heidi relembra que diversos estudos mostram que pensar que as coisas estão predestinadas a serem nossas e que não precisamos nos esforçar muito nos deixa despreparados e aumenta expressivamente as chances de fracassarmos.

5. Alimentam sua força de vontade

A sua gestão do tempo funciona como se você quisesse emagrecer. Então, você decide parar com lanchinhos calóricos, fazer 100 abdominais por dia, passar menos tempo sentado(a) e subir escadas, tudo de uma vez. Não! Você começa trabalhando em uma tarefa por vez, segundo uma ordem de prioridade. Depois, você faz um planejamento para a sua semana. E por fim, você poderá até estipular quanto tempo pode investir em cada tarefa. Esse sim parece um caminho interessante. Será difícil no começo, mas fica mais fácil, e é este o ponto: conforme aumenta sua força de vontade, mais responsabilidades você consegue assumir e, consequentemente, mais conquistas você colecionará. Se quer uma dica, experimente grátis o Runrun.it, o software de gestão do tempo, de tarefas e desempenho adotado em mais de 100 mil empresas de mais de 100 países.

6. Não abusam da sorte

Não abusar da sorte é simplesmente respeitar o fato de você ser uma pessoa com limites. Por isso, evite confiar que consegue trabalhar em duas tarefas ao mesmo tempo. É como alguém que decide parar de fumar e fazer dieta ao mesmo tempo. Evite confiar só na sua cabeça para lembrar do que precisa fazer. Desconfie da sua capacidade de resistir às tentações e não deixe seu celular e suas redes sociais tão disponíveis. Pessoas bem-sucedidas costumam ter em mente que não devem tornar um objetivo mais difícil do que ele já é.

Esta notícia foi publicada no blog Runrun.it

Compartilhe:

Comentários