fbpx

Liderança 360 e motivação na sua carreira

Data 30/09/2014

O autor americano e nosso contemporâneo John C. Maxwell foi categórico em seu best-seller O Líder 360º ao dizer que “99% de toda a liderança não parte do topo, mas do escalão médio de uma organização”. Isso quer dizer que você não precisa ser o CEO ou um gestor da empresa onde trabalha para liderar. Muito menos precisa esperar ser promovido para começar a aprendê-lo. Na realidade, comece a notar, esse estilo de liderança 360 já existe na prática e você provavelmente conhece alguém assim – ou, quem sabe, você mesmo seja um líder 360º. Continue para conferir:

O que é liderança 360?

A hierarquia da companhia pouco importa para o líder quando ele é capaz de se por no lugar do outro trabalhador, seja seu diretor, seu colega de mesa, estagiário ou ajudante de limpeza. O princípio da Liderança 360 é que devemos ser capazes de liderar a partir de todas as perspectivas ao mesmo tempo, em todos os sentidos:

• Liderar para cima, influenciando nossos líderes;
• Liderar através, influenciando nossos pares;
• Liderar para baixo, influenciando todos aqueles que de alguma forma trabalham para nós.

E como age um líder 360?

Nossa memória pode ser ingrata. Gestores se esquecem de que foram colaboradores, assim como colaboradores se esquecem de que podem ser os gestores de amanhã. Por isso, questione-se o seguinte: Você seguiria o líder que você é? Você seria influenciado por ele? Antes de mais nada, influenciar é motivar. E motivar, por sua vez, mais do que dar ânimo, é dar motivos. Motivos para aprender com todos e trabalhar para todos os níveis da organização.

1. Liderando para cima, aliviamos a carga do “chefe”, mostrando disposição para cumprir o que outros talvez não acreditem ser função sua. Liderar para cima é também sugerir, com educação, melhorias para o ambiente de trabalho, já que nem sempre suas críticas ficam claras para seus supervisores. Se você tem uma solução para descomplicar, parece que já temos um líder.

2. Liderando através, ajudamos nossos colegas do dia a dia a alcançar resultados positivos, parabenizando por suas vitórias e aconselhando quando necessário. É assim que conquistamos respeito mútuo. Liderar através é também ter ao menos um amigo no trabalho, alguém que você convidaria para fazer um curso de aperfeiçoamento, ir a uma palestra, até mesmo alguém por quem você iria a um evento externo.

3. Liderando para baixo, dizemos claramente às pessoas que você confia em sua bagagem e nas habilidades. Isso as instigará a provar serem ainda melhores para não te decepcionar. Liderar para baixo é também comunicar o propósito maior da empresa e, com isso, motivar os outros a fazer parte dele. Trata-se de andar pelos corredores para desejar bom dia ou chamar pessoalmente para uma reunião. Trata-se de verificar se a equipe conhece o lugar onde trabalha, abrir as portas para receber sugestões e – nunca se esqueça – dar motivos, antes de cobrar por metas batidas.

 
Mantenha-se em contato com toda a sua equipe e permita que ela partilhe conhecimento entre si.


Essa dica foi publicada no site Runrun.it, em 26/09/2014

Compartilhe:
Comentários