Maioria dos brasileiros está segura no emprego, mas não espera melhorias

Data 29/09/2010

 

Ipea mostra que 73% dos chefes de família têm segurança na ocupação e 57% não esperam melhorias no emprego.

A maioria dos brasileiros se sente segura em seus empregos, mas não tem perspectivas de melhora profissional, revelou uma pesquisa divulgada nesta segunda-feira (27) pelo Ipea (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada).

De acordo com os dados, 73% dos responsáveis pelos domicílios se sentiam seguros em sua ocupação atual em setembro.

Os resultados foram mais destacados no Sul, onde a proporção de chefes de família que sentem segurança na ocupação alcançou 91,75%. O Nordeste, por sua vez, foi a região em que menos se apontou segurança no emprego, com percentual de 57,77%.

Em relação aos demais membros da família, em 72,5% dos casos, todos eles que trabalham se sentem seguros em sua ocupação.

Perspectivas

A pesquisa do Ipea mostrou ainda quais as perspectivas dos profissionais brasileiros em relação à sua ocupação. Os dados revelaram que 57% deles não esperam obter melhorias nos próximos seis meses, enquanto o restante conta com isso.

Quando analisadas as regiões do Brasil, em todas elas, a perspectiva de não ter melhorias no emprego é maior, com destaque para as regiões Sul (65,77%), Nordeste (55,77%) e Sudeste (55,51%). Em seguida, aparecem Centro-Oeste (54,39%) e Norte (54%).

Essa notícia foi publicada no Administradores, em 28/09/10.