Nem a metade dos executivos brasileiros é fluente em inglês

Data 19/12/2012

Uma sondagem feita pela Michael Page e pela Page Personnel revelou que apenas 37% dos diretores e gerente brasileiros têm pleno domínio do idioma inglês. Entre os profissionais de carreiras técnicas e de suporte, a fluência em inglês é ainda mais fraca: só 27% possuem essa habilidade.

Apesar de fraco, o desempenho dos brasileiros nesse quesito é o segundo melhor da América Latina, perdendo apenas para o México – onde 52% dos executivos dominam o inglês. Atrás do Brasil aparecem Argentina e Chile.

Confira abaixo o comparativo entre os países acima citados e o nível de conhecimento de inglês entre seus gerentes e diretores:

Nível/País México Brasil
Argentina Chile
Fluente 52% 37%
35% 35%
Avançado 34% 27%
33% 33%
Intermediário 12% 22%
25% 23%
Básico 2% 11%
7% 7%
Nenhum 3%
2%


Dos 5 000 brasileiros avaliados, 3 000 são de alta gerência e 2 000 de suporte à gestão/ carreira técnica.

Fluência por região

O estado de São Paulo concentra o maior percentual de altos executivos fluentes em inglês (49%), seguido do Rio de Janeiro (45%). Na sequência aparecem as regiões Sul (31%), Nordeste (28%) e Minas Gerais/ Centro- Oeste (25%).

Fluência por área

Os gerentes e diretores de marketing saem na frente nesse estudo, pois 54% deles dominam o inglês. Atrás deles aparecem os executivos de direito (50%), suplemento e logística (46%), TI (45%) e varejo (38%). No RH, 27% são fluentes, 24% possuem conhecimentos avançados, 35% estão na marca do intermediário e 10% no básico. Os demais não conhecem a língua.

 

*Essa notícia foi publicada no site Você RH, em 14/12/2012