Nosso Negócio – Face a Face

Data 14/10/2014

Nosso Negócio – Face a Face

Levar os colaboradores a entender o todo da organização. Esse é o principal objetivo do programa “Nosso Negócio – Face a Face” desenvolvido pela Heinz para aproximar suas equipes. Luís Gustavo Vitti, Diretor de Gente e Performance da Heinz para a América Latina, explica como o projeto surgiu e destaca os resultados já alcançados. Confira a entrevista!

LG lugar de gente: Quando a Heinz começou o programa e de que forma ele funciona? 

Luís Gustavo Vitti: Implantado no início deste ano, o “Nosso Negócio – Face a Face” é um bate-papo realizado semanalmente durante cerca de 30 minutos. Participam entre 80 e 100 colaboradores da nossa unidade central em Barueri (SP). A conversa acontece com a presença de nossos líderes no salão principal do escritório. Como a estrutura física de trabalho da Heinz é “open office”, ela proporciona maior integração entre as áreas e maior fluxo de informações alinhadas a igualdade e espírito de equipe.

LG lugar de gente: Qual o objetivo dessa iniciativa?

Luís Gustavo Vitti: O intuito foi aproximar nossos colaboradores ao negócio da organização de uma forma simples e alinharmos nossas equipes à cultura da empresa. Neste bate-papo, os líderes compartilham o que cada área faz dentro da Heinz, suas principais metas e projetos de suas diretorias.

LG lugar de gente: Já é possível mensurar resultados?

Luís Gustavo Vitti: Notamos que os colaboradores estão conseguindo enxergar o papel deles no negócio. Inclusive, eles se reconhecem no todo. O colaborador começa a entender nossos valores na prática. Além disso, podemos verificar uma maior integração entre as áreas, bem como maior proximidade com os líderes e, principalmente, abertura para questionamentos, dúvidas e sugestões. A empresa tem um perfil muito jovem, por isso o formato de bate-papo caiu muito bem.

LG lugar de gente: Há planos de expansão desse projeto? Se sim, quais seriam as ações previstas?

Luís Gustavo Vitti: Sim! Ainda neste ano, pretendemos explorar os pontos fortes da carreira profissional de um líder. O programa também dará espaço para que os líderes abordem assuntos para o aprendizado profissional do colaborador, não restringindo apenas aos temas do nosso próprio negócio. Por exemplo, nosso Diretor de Vendas e Marketing irá abordar a importância de se criar uma rede de relacionamentos  e como é possível estreitar laços.

Já o Diretor de Finanças irá falar de planejamento pessoal, passos simples que podem gerar resultado bem positivo na carreira e na vida pessoal do colaborador. Além disso, a ideia é desdobrar o bate-papo no ambiente fabril em Goiânia (GO), com abordagem adequada e participação desses grupos de colaboradores.

LG lugar de gente: Porque é importante que as empresas invistam em ações como essa?

Luís Gustavo Vitti: Acreditamos que um colaborador ciente de seu papel na empresa irá contribuir muito mais, além de fortalecer seu sentimento de pertencimento.

LG lugar de gente: Fique à vontade para acrescentar outras informações que julgar relevantes.

Luís Gustavo Vitti: Dentro de nossos desafios, está também mostrar a visão de igualdade que a Heinz prega entre seus colaboradores. Um bom exemplo disso é que nas fábricas do México e do Brasil os estacionamentos tinham vagas preferenciais para executivos, gerentes e alguns coordenadores. A primeira ação neste ano, baseada em nossa nova cultura, foi de extinguir essas vagas e liberar o acesso ao estacionamento a todos de forma igualitária.
 

Comentários