O que pensa o RH

Data 16/03/2011

 

Reter talentos em 2011 será uma tarefa complexa. É o que pensa a maioria dos entrevistados da pesquisa “Sonhos e pesadelos dos profissionais de RH”, realizada pela Ticket, em parceria com a Empreenda Consultoria. O levantamento foi feito em nove cidades brasileiras (Porto Alegre, Campinas, Rio de Janeiro, Brasília, Fortaleza, Recife, Belo Horizonte, Curitiba e Salvador) no segundo semestre de 2010. Ao todo foram ouvidos 606 empresários e executivos de RH.

Com o mercado mais aquecido e competitivo, 73% dos entrevistados esperam que 2011 seja um ano difícil para assegurar a presença dos profissionais nos quadros das empresas, pois um cenário empresarial positivo favorece a busca por novas oportunidades e desafios. Mesmo assim, as expectativas para 2011 são melhores que as do ano passado, e 43,8% dos pesquisados creem que suas empresas crescerão mais de 10% nesse ano.

Confira os principais resultados da pesquisa: 

Esperam que 2011 seja um ano difícil para reter talentos 73%
Acreditam que há necessidade de uma atuação mais estratégica e empreendedora da área de RH 37,6%
Suas empresas não possuem líderes suficientes para sustentar a estratégia de crescimento dos próximos 5 anos 66%
Preocupam-se em desenvolver e capacitar novos líderes 44,2%
Ser um líder melhor e mais inspirador é o sonho para a vida profissional 53,8%
Cuidar melhor da saúde e qualidade de vida é o sonho para a vida pessoal 48,1%
Quando o assunto é sonho para a empresa, querem criar um modelo de gestão de sucesso que vire referência no setor 43%
Acreditam que o principal motivador para realização dos sonhos é a vontade de vencer e mostrar que é capaz de concretizar um ideal 34,8%
A atitude mais importante dos líderes eficazes é a coerência entre o que diz e o que faz 41%


Essa notícia foi publicada no Você RH, em março de 2011.