Os cargos que tiveram os maiores aumentos de salário em 2012

Data 02/10/2012

Nos últimos doze meses, os executivos que ficam na linha de frente dos negócios das companhias que atuam no país tiveram a maior valorização salarial. É o que aponta estudo da Michael Page divulgado nesta quinta-feira.

De acordo com o levantamento, em comparação com os pacotes de remuneração oferecidos no ano passado, os salários dos diretores comerciais tiveram um reajuste médio de 42% em 2012. Já para os gerentes comerciais, que estão em quinto lugar no ranking das carreiras com maiores elevações salariais, o reajuste foi de 17%.

A complexidade do mercado resultante da crise econômica foi o principal fator para esta valorização. Segundo André Assef, sócio da Desix, 2012 foi pontuado por uma série de fatores que levaram as empresas a segurar seus investimentos. “Houve um congelamento das situações de negócios”, afirma.

Neste contexto, “quanto mais o mercado se torna difícil, mais importante é ter um diretor comercial forte”, afirma Sérgio Sabino, diretor de marketing da Michael Page. “O foco é em uma atuação forte junto ao mercado para que você consiga converter as oportunidades em vendas”, complementa Assef.

Se esta é uma realidade para as empresas de grande porte é uma condição “sine qua non” para as startups. E elas, ao lado das empresas de mídia digital e tecnologia, tiveram um papel importante para o crescimento da disputa de profissionais do setor.

Com isso, ficam em evidência profissionais com excelentes habilidades de liderança e com uma rede de relacionamentos consolidada – item que pode ser decisivo para o sucesso ou não de um negócio em tempos de crise. Mas isso não é tudo. “Hoje, se busca um profissional cada vez mais especializado que entenda muito da área”, afirma o especialista da Desix.

Profissionais raros

O aquecimento do mercado imobiliário e a consequente disputa por espaços disponíveis valorizou ainda mais a figura do diretor de incorporação e novos negócios. Considerada uma das profissões mais raras do mercado atualmente, segundo levantamento da EXEC, a carreira teve uma valorização salarial de 31% no último ano.

Mas nem só de checar o potencial de um novo negócio vive a função. Viabilizá-la e torná-la rentável no curto prazo também está na lista de atribuições do diretor de novos negócios ou incorporação. Neste quesito, o papel deste profissional se aproxima do desempenhado pelo diretor comercial, explica Sabino. E, por isso, raro e valorizado no mercado.

Este mesmo grau de dificuldade para encontrar profissionais da área de tributos que conheçam o sistema de tributação internacional e tenham inglês fluente também contribuiu para uma elevação de 20% nos salários dos diretores de planejamento tributário nos últimos doze meses.

Uma surpresa: o setor de óleto e gás (onipresente nas listas de áreas com mais defasagem de profissionais qualificados) manteve a mesma faixa salarial do ano anterior. Mas não há porque se alarmar, brinca Sabino. "Os salários já estavam muito inflacionados no setor", afirma.  Tanto que enquanto o teto salarial de um CFO é de 52 mil reais, um gerente de engenharia no setor de óleo e gás pode ganhar até 50 mil reais por mês.


*Essa notícia foi públicada no site da Exame.com, em 27/09/2012