Pesquisa: 28% das empresas globais têm políticas de direitos humanos e do trabalho

Data 24/11/2009

Um total de 28% das empresas globais – cerca de metade delas com capitalização de mais de US$ 10 bilhões – têm políticas de direitos humanos e do trabalho (LHR, na sigla em inglês) que cobrem sua cadeia de fornecedores. Porém, são poucas as que acompanham os procedimentos.

As conclusões são de estudo realizado com 2,5 mil empresas globais, conduzido pelo Harvard Law School Pensions Project, pela ASSET4 e pelo IRRC Institute.

Nas grandes empresas, 45% emitiram uma política de direitos humanos e do trabalho, enquanto apenas 18% das pequenas o fizeram.

Segundo o pesquisador sênior do Harvard Law School Pensions Project, o fato de 45% das 657 grandes empresas adotarem políticas de direitos humanos e do trabalho para a cadeia de fornecedores – e que 25% publicaram um código de conduta – sugere que essas são as melhores práticas.

Setores

De acordo com os dados, as políticas de LHR são mais comuns em setores da economia que são mais expostos a abusos, como nos de consumo, sendo que 49% das empresas deste setor têm uma política de direitos humanos e do trabalho e 32%, um código de conduta.

Essas políticas estão presentes em apenas 15% das companhias do setor financeiro. O setor de energia é o que menos possui políticas de direitos humanos e do trabalho, com apenas 14%.

Essa notícia foi publicada na Info Money, em 23/11/09.