fbpx

Por que a gestão influencia na produtividade?

Data 01/12/2014

Você diria que a sua equipe seria menos produtiva do que é hoje se fosse liderada por outro gestor? Ou, pelo contrário, o pessoal teria mais chances de crescer com uma gestão mais cuidadosa? Um estudo conduzido pela McKinsey, consultora global para empresas, investigou mais de 14.000 delas, em mais de 30 países, e comprovou o que você deve supor, mas talvez infelizmente não vivencie. Equipes bem geridas saem na frente três vezes: 1) Apresentam maior produtividade, 2) Seu valor de mercado e crescimento são mais altos e 3) Têm maior capacidade de sobreviver a condições adversas, como recessões financeiras globais. Provavelmente, tudo o que você quer saber agora é justamente que ações tomar para fazer da sua uma empresa mais bem gerida e, portanto, mais produtiva. Então, aqui vão duas boas lições.

A influência das multinacionais

A primeira constatação é que os resultados da pesquisa são otimistas e sugerem que há um potencial significativo para aumentar a produtividade com uma boa gestão em qualquer um dos países analisados. E, se devemos seguir o exemplo, segundo a McKinsey, que seja o das multinacionais. Historicamente classificadas como as empresas mais produtivas, em comparação com empresas nacionais, elas se dedicam em desenvolver as habilidades de seus colaboradores. Esse investimento repercute na economia em geral, quando os trabalhadores capacitados movimentam o mercado e resolvem abrir o seu próprio negócio.

A rotação dos gestores

Curiosamente, os gestores praticamente desconhecem o nível de produtividade ou, até mesmo, não sabem medir quão eficiente é a gestão de suas próprias empresas. Uma solução possível que a McKinsey sugere para essa falta de consciência e conhecimento na gestão é o que ela chama de “transplantar”. Isto é, que as empresas promovam um intercâmbio das melhores práticas de gestão entre os países que ocupa, ou ainda, entre seus departamentos, por meio da rotação dos melhores gestores. A rotação aumenta o domínio das circunstâncias e, ao longo do tempo, a produtividade. Afinal, um número maior de operações da empresa será beneficiado pela liderança dos gestores mais produtivos – mais conscientes.

Essa notícia foi publicada no blog Runrun.it, em 26/11/2014

 

Compartilhe:
Comentários