Reação à perda de talentos

Data 29/05/2012
As empresas recorrem a medidas emergenciais como promoções e reajustes salariais para reter bons profissionais, de acordo com uma pesquisa da StautRH, que entrevistou mil brasileiros. Na comparação entre os números de 2010 e 2011 sobre movimentação de executivos no mercado de trabalho, houve um aumento de 27% no número de reajustes por mérito e um crescimento de 17% na concessão de promoções.
 
Enquanto o índice dos executivos que foram promovidos ou mudaram de cargo aumentou de 29% dos pesquisados em 2010 para 34% em 2011 e o número de profissionais que receberam aumento de salário subiu de 30% para 38% dos respondentes, a porcentagem daqueles que foram beneficiados por algum tipo de treinamento ou outras ações de desenvolvimento profissional manteve-se estável em 47%. "Em 2010 havíamos observado um mercado de trabalho extremamente aquecido, fruto da retomada da economia no Brasil e de uma demanda reprimida do ano anterior devido à crise de 2008 e 2009. Muitos profissionais se movimentaram, trocando seus empregos por outros com melhores salários e cargos de maior responsabilidade. As empresas, por sua vez, se deram conta disso e reagiram promovendo seus melhores talentos e reajustando seus salários", explica Luiz Alencar, sócio executivo da StautRH.
 
Como exemplo, um dos candidatos finalistas de um processo seletivo recentemente ligou para avisá-lo que estava declinando do processo porque acabara de receber um reajuste "surpresa" de 20% no seu salário. "A empresa, ao perceber que inúmeros profissionais importantes para ela estavam participando de processos seletivos, convocou um a um e ofereceu ajustes funcionais e salariais na ordem de 20% para cada um deles, desencorajando-os a seguirem nos processos seletivos", relata Paulo Teixeira, consultores da StautRH.
 
Os programas de assessment, também conhecidos como avaliação de potencial, são ferramentas que auxiliam na identificação dos melhores profissionais. Assim, as empresas podem aplicar políticas de retenção seletivamente, com a certeza de estar investindo na pessoa certa. Alencar explica que as ações para reter um profissional podem incluir o desenvolvimento de um plano de carreira bem definido e mais arrojado, incluindo treinamentos diferenciados, programas de job-rotation, e condução de projetos especiais de cunho estratégico e alta visibilidade dentro da organização. "Estes e outros recursos fazem com que o ambiente interno da empresa seja tão ou mais atrativo que o externo para este profissional, evitando assim que ele busque novos desafios e oportunidades fora." explica Alencar.
 
 
Esta notícia foi publicada na Cliente SA, em 25/05/2012