Reconhecimento: será que ele não existe ou você que não está enxergando?

Data 08/02/2012

A falta de reconhecimento é uma das principais queixas de profissionais que se sentem desmotivados em uma empresa. Entretanto, de acordo com a consultora sênior da Ricardo Xavier Recursos Humanos, Emília Dias, muitas vezes, o reconhecimento existe, mas o profissional não sabe enxergá-lo.

“A falta de reconhecimento existe. Mas é comum que o reconhecimento esteja sendo feito e o colaborador não consegue percebê-lo, bem como acontece com frequência do profissional achar que o reconhecimento feito pela empresa não é o suficiente”, explica.

Como acontece?

A falta de percepção do reconhecimento, segundo Emília, se dá, especialmente, quando este não acontece por meio de aumento de salário ou promoções.

Contudo, diz a consultora, as formas de reconhecimento variam conforme, entre outras coisas, o tempo que a pessoa está na empresa, ou mesmo de acordo com as condições da companhia.

Para um profissional em uma posição iniciante, por exemplo, o reconhecimento se dá de forma verbal, por meio de elogios ou de feedbaks durante as avaliações de rendimento. Já para quem trabalha há mais tempo no local, o reconhecimento pode se dar por meio de prêmios, bônus, participação nos lucros e até mesmo por meio de novas responsabilidades.

“Muitas vezes, os profissionais não percebem que assumir novas responsabilidades é uma forma de reconhecimento por parte da liderança, que demonstra confiar naquele colaborador. Além disso, a pessoa precisa perceber que, ao aceitar novos desafios, ela está se tornando mais capacitada não só para aquela empresa, mas também para outras”.

No que diz respeito ao aumento salarial e à promoção, Emília explica que esta deve ocorrer quando, após assumir novos desafios e responsabilidades, o profissional mostra resultados positivos, além de comprometimento com as novas funções.

Liderança

Ainda na opinião de Emília, quando o assunto é reconhecimento, a liderança tem um papel importante neste contexto.

Para ela, por conta da pressão e correria do dia a dia, muitos líderes acabam deixando de reconhecer seus colaboradores, o que pode causar insatisfação, entre outras respostas negativas. Para contornar a situação, a consultora aconselha que o líder faça uma autoavaliação periódica, tente estar próximo de sua equipe e aberto ao diálogo.

Essa notícia foi publicada no InfoMoney, em 07/02/12.