O que o RH pode aprender com a área de tecnologia?

Data 18/06/2018
Thumb-entrevista_Luiz-Massad_Dia-do-RH_r1

Fila para assinar a folha de ponto, entregar atestado ou esclarecer dúvidas sobre as férias são cenas comuns no RH da sua empresa? Essa rotina acaba influenciando na produtividade do departamento, que muitas vezes deixa de realizar atividades estratégicas do negócio para atender demandas operacionais. Mas como mudar isso? É possível otimizar a gestão de recursos humanos e torná-la menos burocrática?

Dando continuidade a websérie de entrevistas inspiradoras em homenagem ao Dia do Profissional de RH (3/6), a LG lugar de gente convidou Luiz Massad, Diretor de RH Latam do Gympass, para compartilhar sua trajetória e falar sobre o tema. Confira.

Thumb-entrevista_Luiz-Massad_Dia-do- RH

Atuando na área de RH há mais de 20 anos, Luiz Massad afirma que a gestão de pessoas tem muito o que aprender com os movimentos disruptivos que os avanços tecnológicos estão trazendo o mundo dos negócios. “A gente tem que começar a olhar o momento que a empresa está vivendo e entender: Eu preciso das regras como estão agora? Eu poderia ter um aplicativo que faça isso? A área de tecnologia vem nos ensinar que eu preciso ter a melhor experiencia. Se eu preciso tirar férias, isso não pode ser burocrático. Se eu preciso promover, não pode ser burocrático”, reforça.

Sobre o futuro da profissão, Luiz acredita que a área de gestão de pessoas vai passar por uma transformação, queira ou não. “O RH que ficar insistindo em modelos tradicionais e fazer as coisas da maneira que eram feitas antes vai ter uma tendência muito grande de falhar. O mercado vai começar a excluir os profissionais que não questionam, não trazem ideias inovadoras e não acompanham esses movimentos disruptivos”, finaliza.

Quer ver essa entrevista na íntegra? Clique aqui e se inspire.