Salário das mulheres pode ser até 20% menor que o dos homens para o mesmo cargo

Data 01/03/2016

Embora hoje seja comum dizer que as mulheres já alcançaram a igualdade salarial, uma pauta que há muitos anos já vem sendo debatida e discutida, essa realidade ainda está longe de acontecer: uma pesquisa divulgada pelo Fórum Econômico Mundial no final do ano passado aponta que o Brasil é o segundo país com a maior desigualdade de salário entre os gêneros.

“A desigualdade salarial está ligada à diferença de papéis que homens e mulheres exercem na sociedade”, explicou Fabiana Zandroski, responsável pelo portal Salário BR, com foco em cargos e remuneração. “Observamos que até mesmo uma costureira, profissão normalmente exercida por mulheres, ganha, em média, 5,5% a menos que homens que exercem a mesma função”, continuou.

Essa diferença, segundo levantamento feito pela empresa Employer, pode variar conforme a profissão e, no caso da profissão de professor, chegar a uma diferença de 19,6% nos salários dos homens e mulheres.

Salário das mulheres pode ser até 20% menor que o dos homens para o mesmo cargo

“As organizações que se dedicam à questão e abrem informações a respeito criam um clima mais agradável e com menos conflitos. Isso faz com que os funcionários não se sintam prejudicados e que o trabalho seja mais produtivo”, finalizou Fabiana.

Do levantamento, apenas a profissão de diarista, que é praticada quase integralmente por mulheres, tem uma diferença positiva para as mesmas.

Confira as profissões mais buscadas por mulheres neste ano e quais as médias salariais e diferenças:

Posição

Profissão

Salário para homens

Salário para mulheres

Diferença

1 Auxiliar Administrativo R$ 1.492,80 1.388,09  -7% 
2 Vendedor R$ 2.380,27 R$ 2.052,42 -13%
3 Operador de caixa R$ 1.246,49 R$ 1.170,74  -6,1%
4 Recepcionista R$ 1.281,38  R$ 1.188,85  -7,2%
5 Atendente R$ 1.228,58 R$ 1.143,55  -6,9%
6 Balconista R$ 1.602,86 R$ 1.412,03  -11,9%
7 Secretária R$ 1.340,16  R$ 1.277,57  -4,7%
8 Assistente administrativo  R$ 1.806,79 R$ 1.724,14  -4,6%
9 Auxiliar de produção R$ 1.285,20 R$ 1.147,45  -10,7%
10 Auxiliar de escritório  R$ 1.283,32  R$ 1.219,61  -5%
11 Auxiliar de serviços gerais  R$ 1.169,45 R$ 1.062,56  -9,1%
12 Operador de telemarketing  R$ 1.241,47 R$ 1.182,67 -4,8% 
13 Técnico de enfermagem  R$ 2.658,35  R$ 2.365,63  -11%
14 Professor  R$ 2.674,49  R$ 2.150,67  -19,6%
15 Atendente comercial   R$ 1.461,29  R$ 1.413, 50  -3,3%
16 Doméstica R$ 1.164,64  R$ 1.186,15  1,8%
17 Promotor de vendas  R$ 1.373,63  R$ 1.226,92  -10,7%
18 Auxiliar de limpeza  R$ 1.162,91 R$ 1.063,34  -5,6%
19 Auxiliar de cozinha  R$ 1.222,66  R$ 1.110,85  -9,1%
20 Costureira R$ 1.300,97  R$ 1.229,18  -5,5%

 

Essa notícia foi publicada no site InfoMoney, em 25/02/2016

Notícias relacionadas:

Mulheres sofrem discriminação por idade antes que homens

Para diminuir desigualdade de gênero, empresas devem oferecer mais flexibilidade

Igualdade de gênero acrescentaria até US$ 850 bi à economia do Brasil, diz estudo
 

Compartilhe:

Comentários