Será que você tem perfil para liderança?

Data 29/06/2009

 

Lembre-se que nada cai do céu e que, por trás desta promoção, há uma grande expectativa da empresa quanto aos resultados. Afinal, ela está apostando muitas fichas em você!
 
Você se considera um bom líder?
Nenhum resultado é obtido sozinho, principalmente dentro de uma empresa. Portanto, o primeiro ponto que você deve observar é a forma como se relaciona com o grupo. Lembre-se: agora assumirá a liderança, e por isso sua situação muda um pouco de figura.

Muitos amigos apoiarão seu crescimento, enquanto outros poderão torcer contra. Por outro lado, pessoas que você nem tinha contato tentarão se aproximar, talvez por pura ambição.

Neste caso, o melhor a fazer é ter uma postura altamente profissional. Jamais deixe que o orgulho lhe suba à cabeça. Como foi dito anteriormente, ser promovido significa assumir maior responsabilidade e "ganhar" mais atribuições!

Avalie seu perfil de liderança. Ser um bom coordenador de equipe é muito mais do que ser um "chefe", palavra antiquada que pode ser associada à alguém que manda fazer e assiste da janela tudo acontecer. É preciso envolvimento, interesse e muito jogo de cintura da sua parte.

 
Você agora representa um grupo
Outro ponto que muda muito: você antes estava acostumado a responder pelo trabalho que fazia sozinho. Tinha sua metodologia, sua rotina bastante ajustada. Agora, assumirá a responsabilidade por tudo que sua equipe faz, deixa de fazer ou, pior ainda, faz errado. Justamente por isso, sua carga será bem maior. 

A dica é: organize sua agenda e mantenha-se o mais próximo possível deste grupo. Identifique na equipe as pessoas que poderão lhe dar maior apoio, e deposite nelas maior confiança. 

Seja humilde o suficiente para aceitar que vários erros acontecerão no começo. Trata-se de um ajuste natural à nova situação. Portanto, evite se cobrar demais ou ser muito enérgico com seu grupo. Isso não lhe levará a nada, apenas a um desgaste precipitado.

 
Para motivar, é preciso estar motivado
Não adianta o esforço de motivar o grupo, se você não acreditar realmente na política da empresa. Se você encarou a promoção só pelo lado de ganhar um pouco a mais, em breve seu grupo perceberá. 

Comparando sua posição a de um técnico de futebol, não adianta fazer um lindo discurso se você não acreditar que pode realmente ganhar o jogo. De um dia para o outro a verdade vem à tona e a decepção do grupo será geral. 

O líder assume um importante papel de referência, de união da equipe. Isso fornece ao grupo uma união estável, onde as diferenças agregam valor, em vez de criarem pontos de desentendimento. E esta é a sua missão!

 
Emoções em dia
Outro aspecto interessante é avaliar como anda o seu equilíbrio emocional. Isso porque, em muitos momentos, você enfrentará não só a pressão do trabalho, ou seja, a cobrança natural por resultados rápidos, como ainda assimilará os problemas do grupo, tanto de ordem profissional como pessoal.

Embora sempre se diga que estes dois aspectos devam ser separados, estamos nos referindo a pessoas. Por isso, há momentos em que seus funcionários sentirão necessidade de conversar com alguém. Lembrando que será a referência do grupo, naturalmente perceberá que recorrerão a você quando precisarem.

Portanto, esteja preparado para ouvir e aconselhar, quando necessário. Para isso, coloque suas emoções em dia e mantenha-se em equilíbrio. Organize espaço em sua vida pessoal para se dedicar a atividades que lhe forneçam energia e bem estar. Isso lhe ajudará bastante. 

Enfim, tendo consciência da importância do seu papel e da responsabilidade assumida, você encontrará os meios para fazer o seu melhor na nova atividade. Boa liderança! 

Fonte: UOL Economia (www.economia.uol.com.br).