Sete dicas para dar o melhor feedback à sua equipe

Data 07/12/2015

Dar feedback é um passo essencial para o bom desempenho de todos os colaboradores da empresa e, por isso, deve ser feito com frequência. Mas, se for feito de maneira errada, pode ser algo prejudicial para a equipe e até diminuir a produtividade. 

Muitos gestores e líderes ainda são relutantes com o feedback e não tem o costume de dá-lo a sua equipe, esse pode ser um erro gravíssimo. 

Dar feedback é um passo essencial para o bom desempenho

Confira, segundo o site Love Mondays, as dicas que farão do seu feedback algo construtivo e indispensável para sua empresa:

1- Seja positivo e evite ser moralista

O feedback não tem como objetivo criticar o funcionário, mesmo que seu desempenho não tenha sido o melhor. Classificar seu trabalho de maneira ruim não fará que ele traga mais resultados.

É ideal que exista diálogo entre gestor e colaborador, de maneira que o primeiro deve descrever quais são os aspectos a ser melhorados, explicando quais são as expectativas da empresa com relação a ele e motivá-lo a encontrar tais expectativas, não o contrário.

2- Dê orientações 

É sempre bom que seu subordinado tenha alternativas e opções para conseguir crescer no cumprimento de suas atividades. Muitas vezes, os erros são involuntários e ele realmente acredita que está dando o seu melhor.

Ao invés de ser quem o pressiona por conta disso, seja alguém que facilite: mostre-o como ele pode deixar de errar e porque esse é um passo tão importante. 

3- Deixe o outro se expressar 

Ao dar feedback, é importante ouvir na mesma proporção em que se fala e você deve encorajá-lo a dizer quais são suas dúvidas, pontos de vista e como se sente em relação ao local em que trabalha e seu próprio trabalho.

Essa troca é essencial para o bom desempenho de ambas as partes e para que nenhum clima desagradável exista entre gestor e colaborador. 

4- Fale sobre as coisas boas

Os acertos e atitudes positivas também devem ser apontados, somente assim é possível saber como continuar alinhando à proposta da empresa e crescendo dentro dela. Essa é uma forma de incentivar o colaborador a sempre fazer mais.

5- Acompanhe os resultados

Após o feedback, as mudanças apontadas e orientadas devem ser colocadas em prática, mas em quanto tempo os resultados aparecerão pode variar, depende de você estabelecer algum prazo para que isso aconteça o quanto antes. A partir de então, acompanhe os resultados e avalie se é necessário outro feedback. 

Essas dicas foram publicadas no site InfoMoney, em 01/12/2015

Veja mais: 

A técnica da pergunta no feedback

Como gerar um feedback eficiente ou reagir bem a ele

Dez fatores que contribuem com o processo de feedback

Compartilhe:

Comentários