Sugestões para o líder estimular a equipe em 2012

Data 30/11/2011

O Ano Novo está próximo e nesse exato momento as organizações elaboram os planejamentos estratégicos que incluem, dentre outros pontos relevantes, as metas que devem ser alcançadas ou superadas no decorrer de 2012. Como sabemos, os resultados dependerão diretamente do desempenho das equipes e da entrega individual que cada colaborador dará à organização. Vale lembrar também que a performance dos talentos está diretamente relacionada à atuação dos gestores, pois eles convivem diariamente com os talentos e são capazes de identificar as potencialidades e as fraquezas de cada um. Por isso, além do foco nas metas e nos processos enfatizados nos relatórios corporativos, caberá às lideranças a iniciativa de estimular os profissionais, para que esses deem o melhor de sim. Confira abaixo, sugestões para o líder implantar e obter melhores resultados a partir do próximo mês de janeiro.

1 – O primeiro passo é fazer uma análise sobre o desempenho da sua equipe, como também da performance de cada membro ao longo do ano. Isso permitirá que você identifique, com mais calma, os pontos que contribuíram positiva ou negativamente para os resultados alcançados ao longo de 2011.

2 – Como você também faz parte da equipe e está à frente da condução do "leme", é aconselhável que faça uma autoanálise da sua performance, para que possa identificar quais as competências que precisam ser desenvolvidas, inclusive aquelas relacionadas ao lado comportamental. Afinal, por trás de toda liderança existe uma pessoa que pode cometer erros a qualquer comento, como também disposta a buscar melhorias.

3 – Além da autoanálise, caso a empresa tenha realizado a sua avaliação de desempenho, reveja os resultados desse trabalho e pondere se ocorreu ou não desenvolvimento/aprimoramento das competências que impactam no dia a dia da sua equipe. Lembre-se que através da avaliação de desempenho, todo profissional sabe o que a empresa espera dele.

4 – Após fazer uma análise do seu desempenho e da sua equipe, chegou o momento de agendar uma reunião coletiva. Peça às pessoas que pontuem os momentos mais marcantes para elas, que aconteceram no decorrer do ano. Saliente que tanto pode ser uma situação considerada positiva quanto um momento de grande tensão. O importante é que os liderados se expressem e justifiquem suas percepções.

5 – Na posição de líder, você também precisa apresentar seu posicionamento sobre os momentos que vivenciou com os liderados. Não seja omisso e também pontue os momentos que considerou positivos ou negativos, mas sempre com argumentos plausíveis.

6 – Apresente o planejamento para 2012, os principais desafios e como, cada um irá colaborar, para que as metas sejam alcançadas e até mesmo superadas. Abra espaço para que as pessoas apresentem dúvidas, pois se algo ficar "no ar", talvez o desempenho seja prejudicado. Lembre-se que a comunicação clara tem dois sentidos e nunca, em momento algum, é unilateral.

7 – Durante a reunião coletiva, mostre-se disposto a ouvir a sua equipe. Alguém pode apresentar, por exemplo, apresentar alguma ideia que otimize os processos do dia a dia do seu setor. Caso a pessoa tenha dificuldade de se expressar por timidez, peça que enviem as sugestões para seu email ou, então, o procure em um momento reservado.

8 – Se alguma proposta apresentada pela equipe for viável, não deixe de dar os créditos a quem merece, afinal o reconhecimento é um dos fatores que influencia a retenção de talentos. Agindo dessa forma, a liderança reforçará entre os liderados a postura de que todos contribuem de alguma forma e são importantes para o sucesso coletivo.

9 – Converse individualmente com cada membro da sua equipe. Se você identificou algum ponto que precisa ser trabalhado e que influenciou o resultado do desempenho individual, pergunte ao colaborador como você – enquanto líder – pode ajudá-lo a reverter essa situação. Troquem ideias.

10 – Caso sua empresa tenha um número significativo de funcionários e promova uma confraternização, nada o impede de fazer um convite aos membros da sua equipe. Converse e veja o que eles acham de realizarem uma "miniconfraternização", apenas entre vocês. Sugira um passeio, um cinema, algo que desperte a integração e faça todos "fugirem" da rotina. Afinal, é tempo de confraternizar e recarregar as energias para o Ano Novo.

Essa matéria foi publicada no RH.com.br, em 22/11/2011