Três motivos para sua empresa investir em HCM

Data 30/01/2017
Selo de premiação TOP 500 HCM

Você sabia que a gestão de capital humano, também conhecida como Human Capital Management (HCM), é uma das tendências para o RH neste próximo ano? E que a utilização de HCM é uma das formas de aumentar a produtividade da sua empresa? De acordo com o Diretor de Educação da ABRH-Brasil, Luiz Edmundo, uma das tendências entre as organizações é a busca pelo aumento de produtividade, por meio da revisão de suas estruturas, aproveitando os talentos já existentes nas empresas. “Se uma reestruturação é bem-feita, ela será algo muito positivo para a organização. As empresas poderão aproveitar melhor seus talentos e, consequentemente, aprimorar seu rendimento e qualidade. Muitas vezes, com quadros mais leves e enxutos, os processos ficam melhores, o que facilita a inovação”. Além de possibilitar o gerenciamento de talentos dentro das empresas, as ferramentas de HCM contribuem com o processo de recrutamento e seleção, garantindo assim contratações mais alinhadas à cultura da empresa.

E na sua empresa? Como será a gestão do capital humano em 2017? Ações voltadas para HCM são prioridade da sua companhia? Confira alguns motivos para inserir essa estratégia no calendário de ações deste ano!

Maior assertividade no recrutamento

Você sabia que uma seleção malconduzida pode gerar prejuízos para a empresa? De acordo com um levantamento realizado pela Corporate Advisory Board, a recontratação para uma vaga pode custar à empresa entre 50% e 175% do valor referente ao salário anual pago por aquele cargo. Entre os custos adicionais estão o processo de seleção do novo funcionário, capacitação, trabalho da equipe de RH, multa de FGTS e indenizações. Além desse prejuízo, a empresa pode ter outros indiretos, como insatisfação e perda de clientes.

Nesse cenário, as soluções de tecnologia de HCM são importantes ferramentas de apoio para que recrutadores tenham maior assertividade na contratação, pois elas garantem que todas as etapas do recrutamento, desde a divulgação de vagas até a entrevista final, sejam realizadas de forma eficiente e bem direcionada.

Mais efetividade do treinamento

Outro ponto de relevância na estratégia de gestão do capital humano é a busca por resultados concretos em capacitação. De acordo com o relatório “O panorama do treinamento no Brasil 2016: Fatos, Indicadores, Tendências e Análises” realizado pela Associação Brasileira de Treinamento e Desenvolvimento e publicada pela T&D inteligência corporativa, o investimento médio das empresas brasileiras em treinamento e desenvolvimento foi de 0,46% sobre o faturamento bruto anual das companhias. E a média de investimento anual por colaborador é de R$ 624. Um valor alto, quando se pensa na efetividade do processo. Mas como fazer para alcançar os resultados esperados com desenvolvimento?

As ferramentas de HCM permitem que o treinamento seja elaborado de acordo com as características individuais de cada colaborador e adaptado para as necessidades de cada cargo específico. Esse formato de capacitação possibilita que o RH acompanhe e desenvolva as competências de um novo colaborador, assegurando que o tempo investido no treinamento traga os resultados esperados.

Aumento da produtividade

Segundo a pesquisa State of the Global Workplace, realizada pela Gallup, colaboradores motivados são muito mais produtivos e, consequentemente, valiosos para qualquer empresa. De acordo com a análise, que teve a amostra de 25 milhões de empregados em 195 países e 70 idiomas, verificou-se que, com equipes motivadas, há uma redução de 37% no absenteísmo, 65% no turnover e 41% nos defeitos de qualidade; em contrapartida há aumentos de 10% na conquista de clientes, 21% na produtividade e 22% na rentabilidade das empresas.

Pensando nisso, as soluções especializadas em gestão de capital humano podem ajudar o RH a identificar processos que precisam ser otimizados no ambiente corporativo. Dessa forma, a gestão de pessoas consegue planejar e implementar ações transformadoras no dia a dia. Afinal, quando um colaborador se sente valorizado, a sua relação com o trabalho tende a melhorar naturalmente.

Como decidir qual a melhor solução de HCM para sua empresa?

Selo de premiação TOP 500 HCMApps Run The World divulgou o relatório Top 500 HCM que identifica e analisa os maiores fornecedores de software de Gestão do Capital Humano do mundo. As empresas são classificadas por suas receitas anuais em 21 setores e 22 segmentos, divididos em três grupos principais: Núcleo de RH, aquisição de talentos e Workforce Management, que é o gerenciamento da força de trabalho. O relatório é atualizado anualmente e tem como base pesquisas contínuas com fornecedores, clientes e consultores de HCM por um período de três anos.

Neste ano, a LG lugar de gente entrou pela 1ª vez no relatório global de empresas que oferecem solução completa em HCM. O Diretor de HCM da LG lugar de gente, Felipe Azevedo, atribui a presença da empresa no Top 500 aos investimentos feitos no desenvolvimento da solução de recrutamento em nuvem, à aquisição da w3, líder de sistemas de gestão de capital humano em SaaS, e ao recente investimento na eguru, líder nacional em games empresariais. Tais investimentos tornaram a LG lugar de gente a única empresa com uma solução completa de HCM, totalmente em português, do Brasil. “Ficamos honrados com a inclusão da LG, mostrando que somos um player muito relevante no contexto brasileiro e de destaque em relação aos players internacionais”, pontua Felipe.

Ainda de acordo com Felipe Azevedo, a expectativa da LG lugar de gente com os investimentos é se tornar a principal referência no fornecimento de soluções para gestão do capital humano no país. “Queremos liderar o mercado de HCM no Brasil, assim como fazemos com a folha de pagamento, no qual somos Top of Mind”, afirma Felipe.

Uma das ferramentas que apoia o HCM é a gamificação. Você já pensou em utilizar os games a favor da sua empresa? Ainda tem dúvidas de como os jogos podem ajudar seu RH a ser mais assertivo? Que tal testar um game que pode ser aplicado no seu dia a dia? Clique aqui e acesse o demo do jogo “A arte de perguntar”.

Comentários