Um terço dos americanos trabalha para chefe mais jovem

Data 25/09/2012

Uma pesquisa feita nos Estados Unidos indica que 34% dos trabalhadores têm chefes mais novos e em 15% dos casos, o gestor tem ao menos dez anos a mais de idade.

Isso pode trazer alguns problemas em razão da diferença de costumes e de perspectivas em relação ao emprego.

O levantamento, feito pela consultoria Harris Interactive, indica, exemplo, que funcionários mais jovens, entre 25 e 34 anos, tendem a trabalhar menos horas: 64% dos entrevistados desse grupo disseram ficar no escritório por oito horas ou menos, índice que cai para 58% na faixa etária de maiores de 55 anos.

Enquanto isso, os funcionários mais jovens tendem a ser mais abertos a horários de trabalho flexíveis do que os mais velhos. 29% dos profissionais entre 25 e 34 anos disseram que "chegar no horário não importa, desde que o trabalho seja feito". Entre os mais velhos, esse índice foi de 20%.

O levantamento foi feito pela internet, a pedido do site CareerBuilder, com 3.892 profissionais e mais 2.298 gerentes de recrutamento nos Estados Unidos.

 

*Essa notícia foi publicada no site da Folha de São Paulo, em 24/09/2012

Comentários