Você quer construir ou destruir?

Data 10/03/2014

*Por Sílvio Celestino

Um indivíduo, especialmente um líder, pode se desenvolver sozinho, só que leva muito mais tempo. Para ser um bom líder precisará de referências construtivas de liderança.

Sem um modelo, ou com um modelo destrutivo, o profissional corre sério risco de se deformar e transformar-se, ele mesmo em um destruidor. Quer seja de ideias, estruturas, empresas, ou, o que é pior, de carreiras e pessoas.

Isso ocorre porque os indivíduos esquecem que, mesmo com muitos seguidores, um líder pode ser destrutivo, e não construtivo. Por mais óbvio que pareça, precisamos do segundo tipo para construirmos o mundo, ideias, empresas, oportunidades e carreiras.

Outro fator importante é observar que é muito mais fácil destruir do que construir. Por esse motivo, você não encontrará líderes de destruição muito inteligentes. Afinal, a tarefa que assumem é fácil de fazer e lhes dá grande vantagem em relação aos líderes construtivos.

Aqueles que constroem estudam muito, leem, aprendem e evoluem continuamente. Promovem a transformação de si mesmos e de suas ideias, em acordo com o mundo.

Por sua vez, os líderes de destruição são arraigados a ideias anacrônicas, comportamentos violentos e são contrários a qualquer pensamento de construção. Pouco evoluídos, comportam-se como predadores e terroristas. Se atingem cargos de liderança nas empresas, são capazes de gerar resultado elevado no curto prazo, à custa de muito sacrifício, estresse e esgotamento de seus liderados. No longo prazo, destroem a companhia. Em alguns casos, utilizam meios ilícitos.

Por isso, todo aquele que deseja liderar deve escolher um líder de construção como referência. Pense no que esse líder construiu e no que contribuiu para a vida das pessoas, para as empresas e o mundo, especialmente para as gerações futuras.

Além de aprender muito mais rápido, será capaz de, nos momentos críticos, questionar: "O que meu líder de referência faria em uma situação como esta que enfrento?”.

O mundo precisa e é feito por líderes de construção. Bons líderes formam bons líderes, não seguidores.

Seja um bom líder!


*Sílvio Celestino é Coach de Executivos e foi VP do Chapter São Paulo da Federação Internacional de Coaches. Consultor Organizacional e Senior Partner da Alliance Coaching.

 

Compartilhe:

Comentários