Como escolher um software de HCM?

Data 05/02/2018
HCM

Adquirir um sistema de HCM deve estar no radar de grande parte dos departamentos de RH. Afinal, segundo o último relatório de Tendências de Gestão de Capital Humano, da Deloitte, 56% das companhias pesquisadas estavam redesenhando sua estrutura de gestão de pessoas em busca de aproveitar melhor as ferramentas digitais e móveis. Outros 41% estavam construindo ativamente aplicativos para oferecer os serviços de RH.

Em contrapartida, de acordo com Josh Bersin, Fundador da Bersin by Deloitte, a decisão de qual fornecedor selecionar é complexa. “A maioria das empresas demora meses, ou até anos, nesse processo, porque sente que essa definição vai ter um impacto radical em toda população empregada”, afirma o especialista.

HCM

Pensando nisso, separamos alguns fatores que devem ser levados em consideração na hora de contratar um software de HCM e que podem ajudar o seu RH nesse desafio. Vamos lá?

Conheça o seu cenário e o mercado

Para dar início, é importante conhecer a sua realidade e em qual nível de amadurecimento de processos a sua organização se encontra. Depois, olhe para o mercado. Quais são as melhores condutas? O que especialistas estão dizendo sobre o assunto?

Felipe Azevedo, Vice-presidente e Diretor de HCM da LG lugar de gente, aconselha que as empresas busquem um parceiro com profundo conhecimento de processos de gestão de pessoas e boas práticas. “E que tenha, de fato, uma postura consultiva”, complementa Felipe.

Além disso, tenha claro a resposta à pergunta “Quais problemas eu quero resolver com a aquisição dessa solução?”.

Avalie o que o software oferece

Imagine as atividades de gestão do capital humano separadas, cada uma com uma interface ou acopladas em plataformas totalmente diferentes. Segundo o vice-presidente, essa não é uma alternativa. “O sistema precisa ser integrado e totalmente nas nuvens, que reúna, em dashboards, indicadores e analitycs com insights para tomada de decisão por gestores e RH”, afirma ele.

Além disso, dê preferência aos sistemas nativos, pois um software brasileiro tem mais aderência à cultura, possui suporte local com mais agilidade e disponibilidade. “Sem contar a flexibilidade para customizações e o possível atendimento especializado”, comenta o diretor de HCM.

Outros pontos que valem a pena serem avaliados são a experiência ao usuário e a portabilidade da ferramenta, se atende em mobile e desktop.

Envolva outras áreas

Na sua companhia, quantas áreas precisam ser envolvidas quando o assunto é sistemas de gestão de pessoas? Na maioria das vezes, estamos falando de pelo menos TI, RH e alta gestão, como Presidência ou Conselho Administrativo. Lembre-se de incluí-los desde o início do processo.

Para Marcello Porto, Diretor de Produtos da LG lugar de gente, não adianta um grupo escolher o sistema se ele será usado por outro. “Sempre envolva os responsáveis pela utilização e sustentação do produto”, avalia Marcello.

Recomendação do sistema

Por fim, Felipe Azevedo sugere que o player escolhido tenha referências de mercado e uma base de clientes relevante. Nesse momento, vale a pena avaliar as premiações do setor, como o TOP 500 HCM, organizado pela Apps Run The World, que classifica e analisa os 500 maiores fornecedores de software de Gestão do Capital Humano do mundo por suas receitas anuais, em 21 setores e 22 segmentos, em três grupos principais: Núcleo de RH , Aquisição de Talentos e Gerenciamento da Força de Trabalho. Esse levantamento acontece desde 2003.

A pesquisa é realizada com base nas informações financeiras das empresas no ano anterior. O relatório fornece insights sobre as companhias e informações contextuais sobre quais tipos de software corporativos e outras tecnologias relevantes estão em execução e crescimento no mercado de RH.

Pelo segundo ano consecutivo, a LG lugar de gente está no ranking, e, agora, mais bem posicionada. “Isso mostra nosso crescimento, com mais clientes e mais receita, e também que temos um sistema de HCM ainda melhor. É o reflexo da estratégia acertada em investir no desenvolvimento dos nossos produtos e adquirir empresas ‘best of breed’ para compor a solução completa e integrada para RH”, comemora Felipe.

Ao ser perguntado sobre as expectativas da LG com sua oferta HCM, o vice-presidente destaca: “Nosso objetivo é gerar maior engajamento nos colaboradores e aumentar a produtividade das empresas, alinhando as melhores estratégias para gestão de pessoas com ferramentas práticas, fáceis de usar, atrativas e que trazem resultados mensuráveis”, conclui ele.

Quer conhecer melhor a solução de HCM da LG lugar de gente? Clique aqui e agende uma reunião com um de nossos consultores comerciais.

Comentários