6 dicas do Grupo Aço Cearense para escolher um sistema de RH

Data 07/05/2019

Buscar um sistema de RH geralmente não é uma tarefa fácil. Além dos aspectos técnicos, são muitas as variáveis envolvidas na hora de escolher um fornecedor. É importante avaliar, por exemplo, o roadmap de evolução do produto e se a tecnologia utilizada não está defasada, mas é necessário também entender aspectos como parceria, suporte, escopo de serviços, dentre outros pontos.

O Grupo Aço Cearense, que conta com uma história de 40 anos no mercado de aço brasileiro e com uma carteira de 16 mil clientes, comenta sua experiência com a troca de sistemas na área de RH. A parceria com a LG lugar de gente começou em 2010, quando a siderúrgica SINOBRAS, que faz parte do Grupo, adotou os sistemas da LG. Com o sucesso da automatização dos processos na primeira empresa, as soluções foram expandidas para matriz e demais filiais.

Segundo a Diretora de Desenvolvimento Organizacional e TI, Cinthia Cavalcanti, além da complexidade de gerenciar quase 4 mil colaboradores, ainda existia o desafio de lidar com negócios e níveis de maturidade de gestão distintos em cada empresa. “Tínhamos unidades de gestão de pessoas separadas, com gestores de RHs isolados e procedimentos ou processos diferenciados, o que acabava com a unidade e o alinhamento do Grupo. O sistema da LG foi crucial nesse ponto. Implantamos primeiramente na SINOBRAS e depois expandimos para as demais empresas. Com isso, conseguimos disponibilizar aos gestores uma série de informações, diminuímos retrabalho, tiramos o papel e passamos a trabalhar com informações on-line”, explica.

Pensando nesse cenário, Cinthia apresenta 6 dicas para quem deseja trocar ou adquirir um sistema de RH e cita a experiência do Grupo Aço Cearense:

1 – Saber a hora de mudar de fornecedor

Cinthia comenta que é preciso ter coragem de romper com um cenário que não está mais alinhado às expectativas de crescimento do negócio. “Tínhamos um sistema de folha de pagamento que por uma série de demandas não nos atendia. Precisávamos fazer vários inputs manuais, existiam erros de cálculo e não possuíamos indicadores. Então, fizemos um planejamento para trocar de fornecedor, já que o sistema estava implantado há algum tempo, mas com várias dificuldades. Em uma busca pelo mercado, vimos que a solução da LG nos atenderia plenamente”, completa a diretora.

2 – Selecionar um software que dê autonomia ao gestor

Cinthia destaca que os subsistemas de RH precisam ser transparentes para o cliente interno. Além disso, ela reforça que os processos precisam ser descentralizados e os líderes precisam de autonomia para fazer suas atividades. “Não posso ter um gestor preocupado em preencher um formulário várias vezes, porque em uma unidade é feito de uma forma e nas demais de outra. Então, a solução nos apoia nesse sentido. Evitamos retrabalho e damos autonomia para o gestor focar no que precisa, que é cuidar das pessoas e do desempenho da equipe. Por isso, o sistema é primordial para que isso ocorra da forma mais segura possível”, pontua.

Dentre os sistemas que apoiam esse desafio, Cinthia comenta a solução de business intelligence da LG lugar de gente. “Hoje, temos o BI implantado com vários indicadores. Antes, tínhamos que gerar isso em planilhas para todos os gestores que não possuíam acesso aos relatórios. Agora, é completamente diferente: a solução tem uma interface em que os líderes conseguem fazer a própria gestão da informação de forma muito mais rápida e confiável”, destaca.

A diretora menciona ainda o Gen.te Agrega – Autoatendimento, que juntamente com o Gen.te Flui – Workflow, deu agilidade aos gestores. “Além de atender uma hierarquia, temos escalas de aprovações para determinados processos. Tudo realmente interligado, desde a seleção, passando pelos exames, até chegar à área de remuneração. Então, o workflow é realmente primordial nessa automatização em todos os processos de RH, assim como o portal de autoatendimento”, reforça.

3 – Escolher uma solução que dê mobilidade aos colaboradores

Cinthia cita ainda a importância de tornar a informação acessível também aos colaboradores. Pensando nisso, a empresa adquiriu a solução Gen.te Mobile da LG lugar de gente, que leva a informação para o smartphone dos funcionários.

sistema de RH
Cinthia Cavalcanti, Diretora de Desenvolvimento Organizacional e TI

A diretora reforça que o produto traz agilidade e rapidez para os processos de RH e que todos os componentes da suíte da LG têm realmente surpreendido o Grupo Aço Cearense. “Hoje, no mobile, disponibilizamos a consulta de informações do ponto, informe de rendimentos e contracheque, dentre outras. A ideia é evoluir o aplicativo para que ele seja cada vez mais interativo”, comenta Cinthia.

Ela explica que o Grupo tem muitos trabalhadores fora da área administrativa, que não possuem acesso ao computador. Por isso, a solução mobile torna a informação acessível a todos. “Dessa forma, conseguimos ajudar o RH, que obviamente tem menos demandas de atendimento ao público, assim como as dúvidas são esclarecidas com maior facilidade. Temos vários turnos e com o aplicativo as pessoas podem ter as informações no horário em que elas trabalham”, garante Cinthia.

4 – Ficar atento aos prazos legais

De acordo com Cinthia, outro ponto importante é avaliar se o fornecedor atende a rotina legal que a companhia precisa cumprir. “Uma empresa do porte do Grupo Aço Cearense tem uma série de obrigações e demandas, que, com o passar do tempo, necessitava de governança para garantir as entregas aos investidores e acionistas. Então, o sistema da LG nos apoia nisso também, pois dá a segurança de que precisamos para realmente evoluir e atender a estratégia do negócio”, comenta.

Quanto ao tema eSocial, o Grupo Aço Cearense também conta com o apoio da LG lugar de gente para realizar as entregas ao Governo Federal. Para Cinthia, desde o início da parceria, existia a confiança de que a companhia seria bem suportada pelas soluções da LG. “O eSocial é um projeto grande e complexo. Então, essa demanda também nos impulsionou a procurar um parceiro e uma solução de sistemas que pudesse dar o suporte de que a gente iria precisar. Fizemos o dever de casa, treinamos nossas equipes e promovemos vários seminários, alguns com o suporte da LG. Nosso cenário hoje é que conseguimos atender todos os prazos”, destaca a diretora.

5 – Pensar nas integrações necessárias

Cinthia pontua que é importante avaliar se o sistema adquirido pode ser integrado a outras soluções administrativas da empresa. Segundo ela, as soluções da LG apoiaram a integração dos subsistemas de RH, desde o recrutamento até a pós-contratação.

Ela também cita a capacidade do produto de ser integrado ao sistema de gestão empresarial (ERP). “Um problema que tínhamos antes era a contabilização automática. Como o software da LG é integrado com nosso ERP, a contabilização hoje é muito mais rápida. O RH gastava na solução anterior uma média de dez dias para fechar a informação, entre erros e acertos. Todo mês era um problema diferente e havia divergência nos eventos e nas contas. Agora, conseguimos fazer em um dia útil e isso gera muito valor para o negócio. Todos os gargalos que tínhamos antes dessa interface foram eliminados, após a implantação da solução da LG”, ressalta.

6 – Buscar um fornecedor que seja parceiro

A diretora complementa ainda que é necessário ter um relacionamento forte com seu fornecedor de sistema para RH e destaca a parceria com a LG lugar de gente.

“Temos um bom atendimento tanto da área comercial quanto da área de suporte, que tem conseguido cumprir todos os prazos que nós acordamos de Service Level Agreement (SLA). É um relacionamento de parceira mesmo: ganha o cliente e ganha o fornecedor. Temos uma relação que nos dá muita segurança de que, quando aparece uma nova demanda ou um problema, a gente vai conseguir resolver, no prazo e no custo acordado. Ou seja, há uma flexibilidade e sabemos que não vamos ter uma dor de cabeça a mais, além do problema que a gente pode estar passando no momento”, destaca.

Por tudo isso, Cinthia destaca que a parceria com a LG é pautada na credibilidade que gera confiança. “Credibilidade nos produtos, no atendimento e nos serviços, o que gera confiança. A gente tem um fornecedor parceiro e amigo para cuidar do que temos de mais importante, que são as nossas pessoas”, finaliza Cinthia.

Quer saber mais sobre os módulos de RH utilizados pelo Grupo Aço Cearense e sobre a parceria com a LG lugar de gente? Assista ao vídeo e confira a entrevista completa. Para acessar o material, clique aqui.