Feedback no home office: ação pode ser ainda mais valiosa neste momento

Data 09/10/2020

Realizar o feedback no home office tem sido um dos grandes desafios da liderança. Um estudo da Gallup, publicado em setembro de 2020, mostra que os líderes precisam descobrir como sua equipe gostaria de receber reconhecimento. A tarefa não é fácil, mas com isso pode-se evitar que o time se sinta isolado e sem rumo em suas atividades.

O relatório também indica que o papel da liderança inclui assegurar que as necessidades psicológicas dessas pessoas sejam atendidas. Portanto, para se obter bons resultados em relação ao engajamento dos funcionários durante o home office, ações como essas devem se tornar um hábito.

Segundo os dados da pesquisa, é possível ter uma melhora de 28% na qualidade do serviço prestado e uma redução de 31% no absenteísmo. Embora pareçam números difíceis de alcançar, o mercado já dispõe de soluções que podem auxiliar a liderança nesse desafio.

Tecnologia como parte da estratégia

Com a pandemia, as empresas foram pegas de surpresa e forçadas a aderir ao trabalho remoto. Agora, as tecnologias surgem como a melhor alternativa para solucionar os gaps ocasionados por esse cenário.

Para Raul Almeida, Consultor da Gallup, o que diferencia o feedback durante o trabalho remoto e o presencial é a forma de comunicar. “A grande mudança agora é a comunicação que os gestores têm que ter com as equipes, porque, por exemplo, hoje você não consegue dar uma passadinha na mesa da pessoa”, exemplifica.

Evolução dos canais de comunicação

Como solução, a LG lugar de gente oferece o Feedback Gen.te, uma nova forma de abordagem da gestão de desempenho dos funcionários, proporcionando feedback mais orgânico.

A ferramenta permite comentários em tempo real em um aplicativo com interface de uma rede social, possibilitando um processo de avaliação estimulante para o colaborador e gerando resultados concretos para a empresa.

Felipe Azevedo, Vice-Presidente da LG lugar de gente, durante o podcast Pra Gente, ainda destacou o papel da tecnologia no processo de personalizar as relações e melhorar o desempenho dos colaboradores. 

“Hoje, com a Inteligência Artificial, podemos recomendar um treinamento individualizado, considerando os gaps que necessitam ser desenvolvidos, otimizando o tempo das pessoas e os recursos da empresa”, recomenda.

Como dar o feedback no home office?

O relatório da Gallup aponta que os líderes podem usar a experiência de agora como uma oportunidade para desenvolver culturas digitais que apoiem equipes mais saudáveis e eficazes. 

Para isso, também é importante investir na transformação digital para gestão de pessoas e em tecnologias que facilitam a rotina de trabalho. Isso pode acarretar em times multifuncionais, ambientes e processos atrativos para o fortalecimento do bem-estar dos funcionários.

Liderança adaptativa para gerar conexão

No episódio do podcast Pra Gente, Raul Almeida, da Gallup, também esclarece que é importante adaptar a forma de liderança e o gerenciamento. “Os gerentes são a base da experiência dos funcionários. Na verdade, eles respondem por 70% da variação no envolvimento da equipe. Por isso, é fundamental individualizar seu foco, adaptar sua forma de liderar e modelar expectativas para se conectar com as pessoas”, reforça o consultor. 

Por fim, a consultoria listou algumas dicas práticas para que líderes possam realizar e aumentar a sensação de reconhecimento do time:

  • Comece uma reunião de equipe reconhecendo alguém que fez um trabalho excepcional na semana anterior.
  • Pense em quem realmente ajudou durante a semana e agradeça de forma privada ou publicamente.
  • Aproveite as reuniões virtuais para apoiar e elogiar a equipe.

Clique aqui e conheça mais sobre o Feedback Gen.te e os vários benefícios que sua empresa pode ter com o uso da solução.