Saiba por que sua empresa precisa repensar o uso de indicadores de RH

Data 29/10/2019
indicadores de rh

Ter um conhecimento profundo de seus funcionários, seus pontos fortes e de melhoria, e entender de forma estruturada como seus desempenhos realmente impactam no resultado da organização é crucial para as empresas. É com base nesses indicadores de RH que a companhia é capaz de avaliar a força de trabalho disponível e traçar planos de desenvolvimento aliados ao crescimento da empresa. Mas será que sua organização tem feito o uso certo desses dados?

indicadores de RH

A verdade é que a transformação digital traz a incorporação de novas tecnologias em diferentes estruturas organizacionais para melhorar desempenho, resultados e proporcionar um crescimento ao mesmo tempo robusto e sustentável.

Essa mudança gera uma verdadeira revolução nas empresas, indo além do discurso e da inclusão de novas tecnologias para se tornar definitivamente imprescindível às rotinas e estratégias da companhia.

Nesse contexto, ter o reforço de soluções tecnológicas adequadas aos objetivos da organização é essencial. É o que explica Felipe Azevedo, Vice-Presidente da LG lugar de gente. “Com estratégias bem definidas e ferramentas certas, como games, apps e trilhas adaptativas, conseguimos identificar talentos, mapear pessoas e acompanhar suas jornadas de treinamento e desenvolvimento, mensurando os resultados com base em indicadores”, afirma.

Decisões baseadas em indicadores de RH

Mesmo que a importância da leitura de indicadores de RH seja cada vez mais conhecida, ainda pairam dúvidas sobre a aplicação correta de soluções e seus efeitos reais.

Diante disso, Vivian Drudi, Consultora e especialista em treinamento e desenvolvimento de pessoas, salienta que é preciso que as organizações tratem os indicadores como mais que uma forma de embasar resultados. “Em minha experiência como gestora de RH, percebi que era frequente os indicadores serem utilizados apenas como justificativa ou acompanhamento dos processos que envolviam as áreas de R&S e/ou T&D. Estes indicadores eram pouco utilizados para mensurar resultados, avaliar e melhorar os processos”, explica.

Segundo a consultora, contar com esses dados é ter a oportunidade de entregar resultados mais precisos. “Acredito que os indicadores de RH são de fundamental importância para que consigamos aperfeiçoar as entregas, assim como para mensurar a efetividade das ações de RH e os resultados que a área traz tanto para a empresa quanto para o próprio colaborador. Os indicadores trazem dados e informações relevantes, e muitas vezes esse é o ponto de partida para se fazer um diagnóstico, e consequentemente um plano de ação que poderá responder perguntas como: O que podemos fazer diferente diante desses números? O que eles estão me trazendo de informação e como eu posso trabalhar isso de uma forma mais efetiva”, pontua Vivian.

RH como fornecedor de informações

Para que esses indicadores de RH sirvam de suporte no planejamento e crescimento do negócio, a área tem que atuar dentro da companhia como uma fornecedora de informações valiosas.

Como esclarece Vivian Drudi, usar esses dados como prova do valor de investimento em desenvolvimento sempre foi um desafio. “A área de treinamento tem um desafio com relação aos indicadores, o principal deles é conseguir mostrar para as organizações que as soluções de aprendizagem agregam valor para o negócio, ou seja, que trazem a curto e médio prazo resultados financeiros. Os indicadores mais utilizados hoje são: a satisfação do colaborador com o treinamento e a porcentagem de aderência, porém o que mais importa para líderes e empresas são o quanto, efetivamente as capacitações potencializam a produtividade e melhoram a performance dos colaboradores”, relata.

Contudo, a consultora acredita que quando tratados da forma correta, esses indicadores são cruciais para a evolução da organização. “Quando falamos em gestão de talentos, por exemplo, os indicadores nos permitem mapear quais são as entregas e as competências dos colaboradores, seus objetivos de carreira, o que eles pensam para o futuro, se ele é um talento e etc. Esse tipo de informação é super rica para o gestor, pois mostra o risco de saída dos profissionais de alta performance do seu time, o nível de engajamento e etc, além disso este é um dado muito importante para a organização, que pode atuar para melhorar a retenção, o clima e a cultura organizacional”, salienta Vivian.

No mesmo sentido, Milton Marinho, Consultor de Recursos Humanos, acredita que a utilização dessas informações seja cada vez mais vital. “O uso de indicadores é fundamental para comprovar os resultados dos investimentos em gestão de pessoas. Em meio ao dilema entre o humano e o estratégico, a apresentação de dados a partir de dados comprova que a humanização também se tornou parte da estratégia”, pontua.

Indicadores e tecnologia

Com o intuito de dar ainda mais profundidade para o tema e explorar o lado estratégico do RH, Felipe Azevedo, Vice-Presidente da LG lugar de gente, Vivian Drudi, Consultora de Projetos, e Milton Marinho, Consultor de Recursos Humanos, apresentam em 12 de novembro o webinar “Indicadores de RH: como a tecnologia ajuda a mensurar resultados”.

Com participação gratuita, o painel abordará pontos como a mudança de mindset para incluir os dados na tomada de decisões, a contribuição da tecnologia na medição e análise de desempenho e quais as ferramentas voltadas para RH mais utilizadas atualmente no mercado. Para participar e compreender as métricas que impactam o resultado do seu negócio basta clicar aqui.

Não perca a oportunidade de saber mais sobre como a análise de dados pode melhorar o desempenho da sua empresa. Clique aqui e garanta sua participação no webinar “Indicadores de RH: como a tecnologia ajuda a mensurar resultados”.

Comentários