3 insights para o RH sobre transformação digital

Data 17/06/2019
insights para o RH sobre transformação digital

Os maiores desafios da área de RH são: entender, produzir e evoluir com a transformação digital. É o que aponta estudo da DOM Strategy Partners em parceria com a Propay SA, realizado em 2018, com 614 executivos, em sua maioria vice-presidentes e diretores de RH das maiores empresas do Brasil.

O levantamento aponta ainda que 70% dos entrevistados consideram os impactos das novas tecnologias e do mundo digital como o principal motivo para realizarem mudanças bruscas no setor. Pensando nisso, a LG lugar de gente convidou executivos de grandes empresas brasileiras e especialistas em gestão de pessoas para falar sobre o tema RH digital: inovação e transformação na prática.

Confira três insights desse bate-papo que contou com a presença de Ricardo Kitajima, Diretor de RH da Honda; Juliana Zan, Superintendente de RH da Tokio Marine; Cesar Ayer, Especialista em Treinamento e Desenvolvimento e Trainer da Crescimentum; Erika Braga, Diretora de RH da PwC; e Felipe Azevedo, Vice-Presidente da LG lugar de gente.

insights para o RH sobre transformação digital

1 – Transformação digital é mais que tecnologia

Para Cesar Ayer, Especialista em Treinamento e Desenvolvimento e Trainer da Crescimentum, esse processo de mudança começa quando as organizações estão dispostas a responder três perguntas: Por que a transformação digital é importante dentro das organizações? Como ela deve ser construída? O que se espera como resultado dessa nova tendência?

“O digital não se limita apenas à tecnologia. São três ações que incluem um processo de inovação constante, com ferramentas cada vez mais presentes nas organizações e uma cultura empreendedora. É esse tripé que dá sustentação à nova tendência”, reforça Cesar Ayer.

Segundo Juliana Zan, Superintendente de RH da Tokio Marine, a tecnologia é aliada do negócio, mas, para isso, ela precisa facilitar a vida do colaborador. “Quando falamos de iniciativas importantes para atender o cliente interno, cito três ferramentas fundamentais: chatbots, Inteligência Artificial (IA) e Business Intelligence (BI)”, comenta.

2 – Mudança de mindset é fundamental

Além do papel da tecnologia, Erika Braga, Diretora de RH da PwC, destaca a necessidade de um novo mindset, pois a sociedade está mudando e isso reflete diretamente no comportamento dos funcionários dentro das empresas. “Uma pesquisa anual e global da PwC realizada com CEOs apontou que existe uma dificuldade de atrair talentos com competências digitais. Por isso, a gestão de pessoas tem o papel de qualificar os profissionais para esse mundo novo que requer não só habilidades tecnológicas, mas, sobretudo, aquelas que são relacionadas às competências, tais como: capacidade de aprender e desaprender, resiliência, inovar e se autodesenvolver”, explica a diretora de RH.

No mesmo entendimento, Ricardo Kitajima, Diretor de RH da Honda, destaca que a gestão de pessoas precisa entender a evolução do mercado, capturar o impacto dela no negócio e estabelecer diretrizes de como a tecnologia pode apoiar nessa transformação. “Nossa grande preocupação na Honda é trabalhar em conjunto com as outras áreas. Assim, o departamento de Recursos Humanos capta essa necessidade para o processo de atração e retenção de talentos, e, principalmente, trabalha o mindset dos colaboradores”, completa.

3 – Liderança precisa de dados para gerenciar suas equipes

Para Felipe Azevedo, Vice-Presidente da LG lugar de gente, a sociedade vive uma transformação cultural, por isso ter informações sobre o perfil dos funcionários é cada vez mais relevante para a gestão de pessoas. “Vemos no mercado os imigrantes digitais e os nativos digitais e temos que aprender a conviver com eles. A tecnologia já vem sendo aplicada a algum tempo para conhecer melhor seus clientes através dos games e outras ferramentas. Agora, precisamos aplicar as tecnologias para conhecer os colaboradores. Como motivá-los, engajá-los e reconhecê-los? Precisamos ter esses dados para apoiar os líderes na tomada de decisão e para que essa transformação digital seja menos dolorosa para as empresas”, finaliza.

Gostou das dicas sobre transformação digital? Confira o bate-papo na íntegra acessando a página do webinar RH digital: inovação e transformação na prática. Para assistir, clique aqui.