Você é um líder altamente eficaz? Descubra em 4 dicas.

Data 15/02/2019

Como o líder pode conduzir sua equipe a alcançar resultados extraordinários? É dever do gestor influenciar a mudança de comportamento dos colaboradores? De que forma é possível envolver as pessoas no trabalho? O Vice-Presidente da FranklinCovey Brasil, Bill Moraes, comenta o que fazer para ter uma liderança eficaz.

Bill lista 4 dicas para que a liderança consiga otimizar sua performance e as entregas de suas equipes. Confira:

Dicas para se tornar um líder eficaz

1 – Incentive o autogerenciamento

Para ele, o gestor precisa ter técnica, mas, sobretudo, deve liderar com base em alguns fundamentos. “Como o líder pode tornar uma equipe altamente eficaz? Fundando seus times em princípios de pensamento, ação e consequência, confiança e, principalmente, eficácia. Quando pactuo esses ideais, não preciso mais gerenciar pessoas, pois elas se autogerenciam”, garante.

2 – Foque na execução das metas

De acordo com a metodologia “4 Disciplinas da Execução”, criada por Bill Moraes, o atingimento de metas está relacionado à mudança de comportamento em toda a organização. Para ele, essas disciplinas são: foque no crucialmente importante, atue nas medidas de direção, mantenha um placar envolvente e crie uma cadência de responsabilidade.

Bill explica que essas regras não devem ser aplicadas individualmente. “Elas não são um cardápio ou um menu de escolhas para que o líder use somente uma delas. Precisam andar somente juntas. Esse aprendizado foi compartilhado por engenheiros aeronáuticos, que trabalham com os conceitos de sustentação, incurso, arrasto e peso. Segundo eles, esses quatro princípios fazem qualquer objeto, corpo e avião voar na atmosfera terrestre. Mas, se um desses fundamentos falhar, qualquer coisa cairá rapidamente. Da mesma maneira, funcionam as quatro disciplinas da execução, ou seja, apenas de maneira sequencial”, reforça.

3 – Seja um influenciador

Segundo o Vice-Presidente da FranklinCovey Brasil, os gestores podem influenciar mudanças de comportamento dos membros de suas equipes, com a criação de um ambiente em que os colaboradores sejam motivados. “Quando poucas pessoas não mudam de comportamento, o problema está nelas. Agora, se muitos funcionários não alteram suas condutas nocivas, o problema é o ambiente no qual elas estão inseridas. O líder deve dominar e reconhecer isso, bem como ser o responsável por criar esse espaço propício à mudança”, comenta Bill.

4 – Dê o exemplo

Bill Moraes, Vice-Presidente da FranklinCovey Brasil

Como incentivar responsabilidades e mudar hábitos? Para Bill, é preciso ter disciplina e isso não se aprende em sala de aula, mas fazendo e sendo discípulo das escolhas que o líder fez para alcançar determinado resultado. “Também é importante manter reuniões de alinhamento cadenciais, nas quais as pessoas apresentam suas tarefas mais importantes da semana e mostrem como colaboram com o desempenho da equipe”, completa.

Quer saber mais sobre o tema liderança? Vale a pena a leitura do ebook “O que pensam os grandes líderes de RH do Brasil”. Clique aqui para fazer o download.

Comentários