Como fazer orçamento de RH: 5 pontos de atenção

Especialistas apresentam quais os caminhos seguir para se organizar financeiramente em 2024. Leia o artigo completo!

No cenário dinâmico do mundo corporativo, a gestão eficiente de capital humano é um diferencial estratégico que impulsiona o crescimento e o sucesso organizacional. Em meio a essa complexidade, o orçamento de RH emerge como uma ferramenta vital para organizações que buscam alinhar seus objetivos estratégicos com as necessidades da força de trabalho. Você já começou a organizar o da sua empresa?

Neste artigo, a partir do conteúdo da “Maratona de Planejamento de RH para 2024”, exploraremos os fundamentos essenciais do orçamento, apresentando cinco passos cruciais para estruturar sua organização e garantir uma gestão de recursos humanos eficaz.

Descubra como potencializar o impacto da sua equipe no alcance dos objetivos organizacionais:

A importância de fazer um orçamento de RH

O orçamento de RH é muito mais do que uma simples projeção financeira; é uma ferramenta estratégica que impulsiona o crescimento sustentável das organizações.

Reginilde Maia, Arquiteta de Soluções da LG lugar de gente, destaca que, ao definir metas orçamentárias, as empresas conseguem alinhar seus objetivos estratégicos com as necessidades de sua força de trabalho, garantindo uma alocação eficiente de recursos.

“O orçamento de RH proporciona uma visão clara das despesas associadas ao capital humano, permitindo uma gestão mais efetiva e a identificação de oportunidades de otimização”, reforça.

Nesse sentido, ao estabelecer parâmetros claros para despesas relacionadas a pessoal, a organização cria um ambiente de confiança entre gestores e colaboradores. Como resultado, é possível ter em uma cultura organizacional mais saudável e alinhada com os objetivos estratégicos.

Afinal, a transparência nas finanças de RH promove a responsabilidade individual e coletiva, impulsionando a eficiência operacional.

Por fim, fica claro que o orçamento de RH é a base para a tomada de decisões. Com isso, com a análise detalhada das despesas com pessoal, a organização ganha insights valiosos para ajustar estratégias, antecipar desafios e identificar oportunidades de investimento.

Essa abordagem proativa permite que as organizações estejam à frente das mudanças no mercado, garantindo uma adaptação ágil e eficiente.

Confira o passo a passo para fazer o orçamento de RH

Veja 5 ações práticas fundamentais para um bom planejamento de orçamento de RH:

1. Análise do quadro atual

A primeira etapa do processo de orçamento de RH é realizar uma análise minuciosa do quadro atual da força de trabalho. Isso inclui revisar dados sobre a equipe existente, avaliar as competências e identificar lacunas que precisam ser preenchidas.

Fernanda Medei, CEO e Founder da Medei – uma empresa LG lugar de gente, destaca que ao entender completamente as necessidades e recursos disponíveis, a companhia está preparada para planejar estrategicamente suas despesas com pessoal.

Além disso, segundo a CEO da Medei, é crucial considerar as tendências do mercado de trabalho, mudanças regulatórias e outros fatores externos que possam impactar a gestão de pessoas.

“Essa visão abrangente permite uma previsão mais precisa e a adaptação a cenários futuros, fortalecendo a resiliência organizacional”, aponta Fernanda.

Desse modo, a condução de uma análise detalhada permite identificar áreas de melhoria na eficiência operacional, otimizando o uso de recursos e garantindo um orçamento de RH alinhado aos objetivos estratégicos.

Suas decisões sobre pessoas não precisam ser tomadas somente com base em “feeling”. Com o Gen.te Pensa – Analytics, você tem acesso a dashboards de fácil leitura que irão apoiar o RH, líderes e alta direção a tomar melhores decisões sobre pessoas. Clique aqui e saiba mais sobre a solução.

2. Estabelecimento de metas claras

Com base na análise do quadro atual, o próximo passo é estabelecer metas claras e mensuráveis para o orçamento de RH. Esses objetivos devem estar alinhadas aos objetivos estratégicos da organização, abrangendo áreas como aquisição de talentos, desenvolvimento de competências, retenção de colaboradores e gestão de desempenho.

Reginilde reforça a necessidade de definir metas específicas, criando um roteiro tangível para guiar o processo de orçamento.

“A definição de metas não apenas facilita a alocação de recursos de forma eficiente, mas também proporciona uma base sólida para a mensuração do desempenho ao longo do tempo. Propósitos bem definidas são essenciais para o sucesso do orçamento de RH, fornecendo uma direção clara e mensurável para a gestão de pessoas”, dá como dica.

Desse modo, ao envolver as partes interessadas relevantes na definição de metas, a empresa promove o alinhamento de objetivos e a colaboração efetiva entre diferentes departamentos. Isso contribui para uma abordagem integrada e holística no planejamento de capital humano impulsionando o sucesso organizacional a longo prazo.

Você já conhece o Gen.te Acompanha – OKRs? Com essa solução, é possível aumentar a produtividade, alinhar as estratégias com a equipe e alcançar resultados excepcionais. Clique aqui para saber mais sobre essa ferramenta!

3. Alocação eficiente de recursos

Definindo as metas, o próximo passo no processo de orçamento de RH é a alocação eficiente de recursos. Isso envolve distribuir os meios disponíveis de maneira estratégica para atender às metas definidas, considerando as prioridades da organização e as necessidades específicas de cada departamento.

Fernanda destaca que na construção do orçamento de RH  é essencial considerar fatores como:

  • Salários
  • Benefícios
  • Treinamento e desenvolvimento
  • Entre outros

“Uma abordagem equilibrada e transparente na distribuição de recursos contribui para uma gestão de pessoal eficiente e para a criação de um ambiente de trabalho sustentável”, garante a CEO da Medei.

4. Monitoramento contínuo e análise de desempenho

O sucesso do orçamento de RH não termina na alocação inicial de recursos; é um processo contínuo que exige monitoramento rigoroso e análise de desempenho. Estabelecer métricas chave de desempenho (KPIs) e implementar sistemas de monitoramento eficazes são passos fundamentais para garantir o acompanhamento adequado do orçamento ao longo do tempo.

“O monitoramento contínuo do orçamento de RH permite que a empresa identifique rapidamente desvios, ajuste estratégias conforme necessário e tome decisões. Além disso, ao analisar regularmente o desempenho em relação às metas estabelecidas, a organização pode constatar áreas de melhoria e oportunidades de otimização”, aponta Reginilde.

Sendo assim, ferramentas de análise de dados e relatórios personalizados desempenham um papel crucial nessa fase do processo. Afinal, a utilização de tecnologias avançadas permite que as organizações transformem dados brutos em insights acionáveis, facilitando a tomada de decisões baseada em dados e promovendo a eficiência operacional.

5. Adaptação às mudanças e revisão estratégica

O último passo no processo é dedicado à adequação contínua às mudanças no cenário interno e externo, bem como à revisão estratégica periódica do orçamento.

A empresa deve estar preparada para ajustar estratégias, metas e alocações de recursos conforme necessário. Isso requer uma abordagem ágil e flexível, capaz de responder rapidamente a mudanças nas condições de mercado, regulamentações e necessidades organizacionais.

Fernanda reforça que a revisão estratégica periódica do orçamento de RH permite que a empresa avalie a eficácia de suas práticas e identifique oportunidades de melhoria. “Ao adotar uma mentalidade de aprendizado contínuo, as organizações podem garantir que seu orçamento permaneça alinhado aos objetivos estratégicos em constante evolução”.

Por fim, o orçamento de RH não é apenas uma ferramenta financeira, mas um pilar estratégico essencial para o sucesso organizacional. Por isso, é importante que a empresa tenha uma estratégia delineada, isso permitirá implementá-lo de modo robusto e eficiente. Em um mercado competitivo, a excelência na gestão do capital humano é a chave para o crescimento sustentável e o sucesso a longo prazo.

Já começou o planejamento do seu RH para 2024? Para além do orçamento, é preciso focar na legislação, tendências e tudo que envolve a gestão do capital humano. Com o objetivo de apoiar você nesse momento, preparamos uma semana de conteúdos na “Maratona de Planejamento de RH para 2024”. Clique aqui e confira!

Priscila Cruz

Priscila Cruz

Professora de Língua Portuguesa por formação, Analista de SEO por paixão. Atualmente, pós-graduada em Marketing e Growth para aprender a aliar criatividade com crescimento estratégico e acelerado. Acredito que a produção de conteúdo pela internet é o caminho para democratização do acesso ao conhecimento. Por isso, explore comigo as tendências de RH e todo o universo da gestão do capital humano!

Newsletter Huma

Cadastre-se e receba

nosso conteúdo exclusivo

Você está fornecendo o seu consentimento para a LG lugar de gente para que possamos enviar comunicações de marketing. Você pode revogar o seu consentimento a qualquer momento. Para mais informações, consulte nossa Política de Privacidade.