Compartilhe

Panorama das tecnologias de HCM no RH brasileiro: um estudo da MIT Sloan Management Review

Avalie o artigo
Saiba como as inovações tecnológicas estão transformando a gestão de capital humano no Brasil e impulsionando a eficiência e a estratégia das empresas.

A clareza quanto ao panorama das tecnologias de HCM no RH permite identificar as oportunidades e desafios para lideranças corporativas e profissionais de recursos humanos.

Em um cenário marcado pela aceleração dos movimentos de transformação digital, a integração de processos e a facilitação das jornadas de colaboradores se tornaram aspectos cruciais para criar estratégias de marcas empregadoras e um diferencial competitivo para atingir objetivos de negócio como um todo.

O Human Capital Management Solutions Brazilian Report, realizado pela MIT Sloan Management Review Brasil, traz um levantamento inédito sobre o ecossistema de tecnologias de RH que se formou no país ao longo dos últimos anos.

A partir de uma metodologia proprietária, o estudo apresenta as principais expectativas, aplicações, gargalos e benefícios observados no uso de soluções de HCM em mais de 140 organizações brasileiras.

Metodologia do estudo

A elaboração do questionário-base foi orientada pela identificação das principais demandas, percepções de valor e estratégias de aplicações de soluções de Human Capital Management no ecossistema de RH brasileiro. A primeira fase da pesquisa foi composta por entrevistas de profundidade com lideranças e tomadores de decisão de organizações dos mais diversos setores.

Participaram da etapa inicial executivos como Clecia Simões, CHRO da Dock para a América Latina, Maria Paula Oliveira, Diretora de Gente, Jurídico e Compliance da LG lugar de gente, entre outros.

Os insights levantados durante as sessões serviram como base para o desenvolvimento do formulário final pela equipe de MIT Sloan Management Review Brasil. O período de coleta de dados foi realizado ao longo de cinco semanas e contabilizou respostas de líderes e gestores de 148 empresas, incluindo CEOs, C-Levels, Diretores, Consultores e Gerentes.

Perfil dos respondentes

Os respondentes do estudo representam uma ampla variedade de cargos e setores. Cerca de 10,34% são CEOs, 24,83% são Diretores, e 22,76% ocupam cargos de C-Level.

A área de tecnologia é a mais representada entre os participantes, com 26,35%, seguida por recursos humanos com 12,16%. A maioria dos respondentes são tomadores ou influenciadores de decisão em suas empresas, garantindo que as respostas reflitam as percepções de líderes com poder de implementação.

Os gráficos apresentados no estudo destacam a diversidade dos participantes, tanto em termos de cargos quanto de setores. Isso demonstra a abrangência e relevância das soluções de HCM em diferentes contextos organizacionais.

Percepção de valor e benefícios das soluções de HCM

A pesquisa revelou que 67,5% dos gestores e líderes brasileiros apontam o fortalecimento de visão estratégica como o principal benefício oferecido por soluções de Human Capital Management. Outros benefícios destacados incluem a eficiência operacional, a automatização de processos e a assertividade das análises de dados.

Os gráficos do estudo ilustram que os ganhos de eficiência operacional são percebidos como os mais significativos, com 69,59% dos respondentes indicando essa vantagem.

A automatização de processos e análises mais assertivas sobre equipes e colaboradores também foram altamente valorizadas, com 64,19% dos participantes destacando esses pontos.

Além disso, a pesquisa aponta que a utilização das plataformas de HCM é considerada muito importante por cerca de 79% dos tomadores de decisão que participaram da pesquisa.

No entanto, há uma disparidade entre a percepção de valor e a alocação de recursos: embora a maioria dos participantes acredite na necessidade dessas soluções, apenas 34% planejam investir em novas tecnologias de HCM nos próximos doze meses.

Entre esse grupo, somente 10% possuem um investimento previsto superior a R$ 300 mil para expandir ou aperfeiçoar seu portfólio de ferramentas.

Este cenário indica uma oportunidade significativa para empresas que estão dispostas a investir em HCM. Ao priorizar essas tecnologias, as organizações podem obter uma vantagem competitiva substancial, especialmente em termos de agilidade e eficiência na gestão de pessoas.

Visão operacional e principais desafios

A evolução das tecnologias de Human Capital Management tem aberto novas possibilidades de gestão de pessoas e desenvolvimento humano.

No campo operacional, esse potencial permanece pouco explorado pelas empresas nacionais. A maioria das aplicações utilizadas ainda gira em torno da automatização de processos básicos de grande volume, como administração de folhas de pagamento (49,32%), recrutamento e seleção (42,57%) e avaliações de desempenho (31,08%).

Os gráficos do estudo mostram que oportunidades ligadas à melhoria de clima organizacional, por exemplo, foram registradas por apenas 18,92% dos respondentes da pesquisa. Este dado revela que ainda há muito espaço para crescimento na utilização de tecnologias de HCM para áreas mais estratégicas.

Os principais desafios incluem os altos custos de implantação e manutenção das tecnologias de HCM, a complexidade de integração com outras plataformas e barreiras culturais dentro das organizações. Estes fatores limitam a adoção de soluções mais avançadas e estratégicas.

O aspecto financeiro é apontado como o principal critério de contratação adotado pelas lideranças analisadas pelo estudo, seguido pela qualidade do suporte técnico oferecido pelos fornecedores das soluções.

Para superar esses desafios, as organizações precisam adotar uma abordagem mais integrada e estratégica na implementação de soluções de HCM.

Isso inclui a escolha das ferramentas certas e o desenvolvimento de uma cultura organizacional que apoie a inovação e a mudança.

Tendências emergentes: IA e Saúde Mental

Duas demandas emergentes destacadas no estudo são a integração das plataformas com tecnologias de inteligência artificial (IA) e funcionalidades ligadas à gestão de saúde mental e bem-estar dos colaboradores.

Cerca de 75% dos respondentes consideram a incorporação de soluções de IA como prioritária, enquanto 74% destacam a importância das ferramentas de saúde mental.

Os gráficos revelam que, apesar das altas expectativas, apenas 20% dos participantes identificam aplicações claras de IA nos sistemas de HCM adotados por suas organizações.

Ferramentas de saúde mental estão presentes em 18,24% das empresas avaliadas, revelando um gap significativo entre a demanda e a implementação prática.

Essas tendências emergentes destacam a necessidade de as empresas se adaptarem rapidamente às novas tecnologias para atender às expectativas de seus colaboradores e líderes.

A integração de IA nas soluções de HCM pode oferecer insights valiosos e melhorar significativamente a eficiência e a eficácia da gestão de pessoas. Da mesma forma, as funcionalidades de saúde mental podem contribuir para um ambiente de trabalho mais saudável e produtivo.

Barreiras e oportunidades de inovação

O estudo identificou que os custos de implantação e manutenção são apontados como desafios por 71,62% dos executivos, com um índice de 100% entre o C-Level.

Além disso, a dificuldade de integração com processos e sistemas existentes e a migração de informações para ambientes online são barreiras significativas.

Para superar essas barreiras, o relatório sugere estratégias como o fortalecimento da visão estratégica, a criação de uma cultura de dados em todos os níveis da organização e a promoção da accountability entre gestores.

A busca por soluções fora da empresa e a adoção de práticas de inovação aberta também são recomendadas.

O gráfico “Automação Incremental vs. Automação Flexível” do estudo de Ben Armstrong, diretor-executivo do Industrial Performance Center do MIT, ilustra como as empresas podem tirar melhor proveito de planejamentos de automação quando combinam conhecimentos técnicos e de processos para implementar novas soluções de HCM.

A automação flexível, impulsionada pela reorganização de processos de trabalho e ferramentas de software inteligentes, oferece um caminho promissor para maximizar os benefícios das tecnologias de HCM.

Conclusões finais

As tecnologias de HCM continuam a ser um pilar fundamental para a gestão de capital humano no Brasil, especialmente entre empresas de médio e grande porte.

No entanto, a exploração de seu potencial para áreas mais estratégicas enfrenta desafios significativos de investimento e mudança cultural. O desenvolvimento de competências críticas entre profissionais de RH e a adoção de abordagens de inovação são essenciais para maximizar o impacto dessas soluções.

O gap entre o potencial de inovação e as aplicações em pontas operacionais surge como um dos principais fios condutores da primeira edição do HCM Solutions Brazilian Report.

O volume de investimentos segue como uma barreira crítica para a exploração de novas soluções. Mas as respostas dos participantes apontam sobretudo para os desafios culturais de executar roadmaps de inovação que alinhem necessidades reais de colaboradores com objetivos de negócio.

Em meio a esse conjunto de oportunidades e desafios, as tecnologias de HCM continuam como um pilar fundamental para organizar, desburocratizar e facilitar a gestão de capital humano no mercado brasileiro, sobretudo entre empresas de médio e grande porte.

A ampliação desse potencial para campos mais estratégicos, por sua vez, ainda apresenta gargalos de investimento, abertura à mudança e integração das operações dos diversos players que compõem esse ecossistema — das grandes plataformas transversais às soluções de cauda longa desenvolvidas por HR Techs.

Um caminho que, assim como qualquer movimento de inovação, começa pela definição de novas prioridades de gestão de pessoas e pelo foco de tomadores de decisão em resultados de longo prazo para suas organizações.

Este é o momento de definir o futuro da sua empresa. Como você está preparando sua organização para prosperar nas próximas décadas? Confira nossa plataforma completa de gestão do capital humano e caminhe com a gente rumo à inovação!

Picture of Priscila Cruz

Priscila Cruz

Professora de Língua Portuguesa por formação, Analista de SEO por paixão. Atualmente, pós-graduada em Marketing e Growth para aprender a aliar criatividade com crescimento estratégico e acelerado. Acredito que a produção de conteúdo pela internet é o caminho para democratização do acesso ao conhecimento. Por isso, explore comigo as tendências de RH e todo o universo da gestão do capital humano!

Newsletter Huma

Cadastre-se e receba

nosso conteúdo exclusivo

Você está fornecendo o seu consentimento para a LG lugar de gente para que possamos enviar comunicações de marketing. Você pode revogar o seu consentimento a qualquer momento. Para mais informações, consulte nossa Política de Privacidade.