RH 4.0: novas tecnologias e os impactos na gestão de pessoas

Data 19/08/2019
RH 4.0

Disrupção nos negócios, necessidade de ter mais agilidade nos processos e redesenhar os modelos de trabalho, ir do subjetivo ao objetivo e oferecer a melhor experiência para os colaboradores. Essas são algumas mudanças que a era digital exige das empresas. Como lidar com elas? Investir em novas tecnologias para gestão de pessoas pode ser uma solução.

Para Felipe Azevedo, Vice-Presidente da LG lugar de gente, ao utilizar a tecnologia na gestão de pessoas, as empresas têm muito a ganhar. “As novas ferramentas permitem a automatização dos processos operacionais de RH e a extração de dados para a tomada de decisão sobre pessoas. Com isso, é possível melhorar a experiência e o engajamento dos colaboradores, fazendo com que a área de recursos humanos seja propulsora da produtividade dentro das companhias”, afirma ele.

Felipe destaca o poder e a facilidade proporcionada pelos aplicativos mobile de gestão de pessoas. “Hoje, temos soluções de Chatbot WhatsApp, que permitem que os colaboradores solicitem férias, alterem dados cadastrais e enviem currículos, tudo pelo celular, otimizando o tempo do RH e melhorando a experiência dos funcionários”, exemplifica.

Outra inovação que pode contribuir com o RH é a Inteligência Artificial. O Vice-Presidente da LG lugar de gente, explica que através do uso de IA é possível criar soluções que conseguem aprender com dados externos e com o comportamento do próprio usuário, servindo para aumentar a capacidade de decisão do ser humano. “Por meio de ‘Machine Learning’, que é o aprendizado adquirido pela máquina, a tecnologia evoluiu para o reconhecimento de padrões que estão presentes em Analytics, robôs e outras aplicações”, comenta.

Inteligência Artificial na gestão de pessoas

RH 4.0

De acordo com dados da pesquisa “Redefining Competition Insights from the Global C-suite Study – The CEO Perspective”, realizada com mais de 28 mil CEOs em 2016, 7 em cada 10 respondentes acreditam que as soluções cognitivas vão ter papel importante no futuro de suas organizações. Além disso, 50% dos CEOs afirmaram ter a intenção de implementar algum tipo de solução cognitiva em 2019.

Isabela Martins, Consultora Executiva e Gerente de Vendas da IBM, reforça que o objetivo da IA é melhorar e ampliar a capacidade humana e explicou como isso é possível. “Os sistemas cognitivos entendem imagens, sentimentos, linguagens e outros dados não estruturados; raciocinam, percebem conceitos subliminares, geram hipóteses e sugerem ideias; aprendem com cada entrada de dados, interação ou resultado, desenvolvendo e sofisticando conhecimentos e ainda interagem de maneira natural com as pessoas, com habilidades de ver, conversar e escutar”, destaca.

Segundo Isabela, as empresas de alto rendimento já perceberam o potencial da Inteligência Artificial para transformar as dimensões chaves da gestão de pessoas. “Com as novas tecnologias, temos uma redução radical de custos, com o aumento da velocidade, agilidade e acuracidade de processos, e conseguimos fomentar inovação através da geração de insights antes escondidos”.

Marcello Porto, Diretor de Produtos da LG lugar de gente, destaca os benefícios da Inteligência Artificial quando utilizada em processos seletivos. “O recrutador ganha tempo porque passa a contar com uma ferramenta de match, que interpreta, em linguagem natural, os dados da descrição da vaga e, por meio de um algoritmo de IA, cruza as informações do banco de currículos com a base de colaboradores”.

Ele detalha: “É possível ranquear os profissionais com perfis com maior aderência à vaga em instantes. O que o RH ganha com isso? Foco, otimização de tempo e identificação de perfis que não seriam percebidos a olho nu. Além disso, permite que o recrutador avalie se existem candidatos da própria empresa que poderiam ocupar a nova função. Também possibilita que o candidato seja selecionado não apenas por sua formação ou critérios tradicionais de triagem, e sim pela aderência ao novo papel que irá exercer e sua capacidade de adaptação. Ou seja, uma mesma vaga pode ter pessoas de diferentes formações e experiências”, garante.

Gostou do tema? Quer saber como ter um RH 4.0 com ajuda da IA? Conheça a LiGia, plataforma de Inteligência Artificial da LG lugar de gente. Clique aqui e veja como ela pode contribuir com sua empresa.