fbpx

4 motivos para investir em gamificação no RH

Data 19/06/2017

Você já pensou em adotar os games nos processos do seu RH? A gamificação tem se tornado uma grande aliada da gestão de pessoas dentro das empresas. Segundo a estimativa da Gartner, neste ano de 2020, a gamificação será um mercado de mais de 5 bilhões de dólares no mundo todo. E, até o final do ano, 70% das maiores empresas do mundo terão pelo menos uma aplicação de games corporativos. 

gamificação

Pode-se entender por gamificação o uso de jogos, com pontuações, premiações e rankings, que no RH podem ser utilizados em recrutamento e seleção, capacitação e desenvolvimento, engajamento e diversas outras atividades, incentivando o aprendizado e medindo as competências e gaps de forma lúdica. Confira abaixo quatro motivos para investir em gamificação nos processos de RH:

1)      Maior assertividade

gamificação
Felipe Azevedo, Vice-Presidente da LG lugar de gente

A cada decisão tomada pelo candidato durante o jogo, é feito o mapeamento de perfil, por meio de algoritmos. De acordo com Felipe Azevedo, Vice-Presidente da LG lugar de gente: “O game gera um relatório com o ranking dos níveis de competências previamente designadas para a avaliação”.

Dessa forma, através da gamificação é possível ter relatórios completos, com dados de competências e gaps, que vão ajudar o RH a agir de forma mais estratégica e assertiva na tomada de decisões.

2)      Otimizar processos e aumentar a produtividade

Já imaginou se houvesse uma forma mais rápida de filtrar aquelas centenas de currículos recebidos? E se fosse possível diminuir as etapas do processo seletivo? Utilizando a gamificação, é possível eliminar a análise manual de currículos nas primeiras etapas, dedicando tempo e atenção para aqueles que podem ser realmente interessantes para o perfil buscado. Além disso, os games podem combinar diferentes avaliações em um mesmo jogo, o que pode ajudar a aumentar a velocidade do processo como um todo.

3)      Aumento de engajamento

A área de treinamentos é outra que tem muito a ganhar. Afinal, o uso de games proporciona aprendizado de forma prática e divertida, estreitando o relacionamento entre empresa e funcionário. Ao expor os participantes a desafios similares aos que eles encontram ou vão encontrar em sua jornada e convidá-los a tomar decisões para resolver esses conflitos é possível conseguir maior envolvimento do colaborador com os propósitos da companhia.

gamificação

4)      Feedback em tempo real

Outro benefício da gamificação é o acompanhamento em tempo real das ações e resultados de quem está participando dos jogos. Um dos problemas do treinamento tradicional, por exemplo, é que ele não oferece métricas que permitam saber o quanto os funcionários realmente aprenderam.

Isso impossibilita medir o Retorno sobre o Investimento (ROI) do programa de capacitação. Os games, por outro lado, proporcionam o acompanhamento do avanço dos colaboradores durante o processo no qual o jogo é aplicado, já que o desempenho do jogador é medido constantemente.

Ficou interessado? Quer saber mais sobre gamificação no RH? Clique aqui, conheça todas as funcionalidades dessa tecnologia e saiba como aplicá-la na sua empresa.

Compartilhe:
Comentários