Endomarketing: por que investir nessa prática?

Data 25/07/2017
endomarketing

Dando continuidade à nossa série de entrevistas sobre os temas que serão ministrados no 43º Congresso Nacional sobre Gestão de Pessoas (CONARH), vamos falar hoje sobre endomarketing. Em entrevista à LG lugar de gente, a Diretora de RH do Grupo Dimed, Karin Leitzke, que será uma das palestrantes do evento, destaca porque o endomarketing é importante para as organizações e dá dicas de como essa área pode se tornar relevante para os resultados da companhia. Confira!

1 – Guardiã da cultura empresarial

Para Karin, um dos principais papeis dessa área é ajudar os colaboradores a entenderem o propósito da empresa. “A comunicação interna tem a missão de conectar as pessoas com o modo de ser, ou seja, o estilo e a cultura da companhia. Isso reflete diretamente no clima organizacional. Além disso, o departamento também apoia as lideranças na tarefa de promover as práticas da companhia aos funcionários, porque muitas vezes as ações passam despercebidas”, destaca a diretora de RH.

2 – Peça-chave na estratégia

Karin destaca que o primeiro ponto para o sucesso das práticas de endomarketing é o apoio da alta direção da companhia. “Essa é uma área que, se contar com pessoas preparadas, tem muito a agregar, principalmente em decisões estratégicas. Por isso, a empresa precisa qualificar esse departamento de forma que ele consiga atuar estrategicamente. Por outro lado, a comunicação interna também deve entender do negócio”, reforça ela.

3 – Parceira do planejamento estratégico

Além desses dois desafios, Karin comenta ainda que a comunicação interna deve estar de olho no futuro, ou seja, perceber a direção que a companhia deseja seguir. “É fundamental que o endomarketing esteja alinhado com o planejamento estratégico. Só assim conseguirá traduzir nas atividades de comunicação o caminho que a empresa quer traçar”, comenta.

Como a área pode adquirir autonomia?

Karin explica que essa competência é construída ao longo do tempo. “Se a área domina as estratégias do negócio e apresenta propostas que façam sentido para a empresa, com certeza ela vai adquirindo essa independência. É aquela velha história de construir um relacionamento de confiança. Ou seja, se o endomarketing consegue agregar valor ao negócio, ele vai ganhando espaço”, pontua a diretora.

endomarketing

Karin Leitzke tem um convite para você!

“Eu construí toda a minha carreira considerando o evento do CONARH como uma reciclagem importante. Durante o evento, sempre fui apoiada nos caminhos que estava tomando e me inspirava em outras práticas que ainda não conhecia. O CONARH é um ‘banho’ de conceitos e cases, que possibilitam construir sua trilha de aprendizado dentro dos seus interesses. Esse ano teremos inovações imperdíveis!”

Comentários