Inovação na prática: qual o papel do RH?

Data 18/07/2017
gestor de rh falando sobre inovação

Como sua empresa lida com o tema inovação? O assunto vem ganhando destaque entre as prioridades das companhias. É o que aponta o anuário Valor Inovação Brasil 2017, realizado pela Strategy&, consultoria estratégica do Network do PricewaterhouseCoopers (PwC), e o jornal Valor Econômico, com 195 empresas de diversos segmentos. Segundo o levantamento, inovar é a prioridade na agenda de 85% das organizações participantes. O estudo ainda revela que 59% dos respondentes pretendem modificar e melhorar sua rotina, com aprimoração de bens, serviços e processos existentes.

Mas como conseguir colocar a inovação em prática? Para falar sobre o tema a LG lugar de gente conversou com Felipe Ost Scherer, Sócio-fundador da Innoscience Consultoria em Gestão da Inovação. De acordo com o especialista, o primeiro passo é tratar o tema como fator estratégico e criar um planejamento. O segundo é conseguir estruturar e organizar a companhia para transformar o plano em ação. “Deve-se levar em conta questões como: Quem será o responsável pela área? Que recursos serão necessários? Lembrando que aqui deve ser contabilizado as horas das pessoas envolvidas com o projeto”, destaca.

Para Felipe, o RH tem papel fundamental para fazer com que a inovação seja colocada em prática e tornar o tema parte do dia a dia das empresas. O especialista aponta 8 pontos de destaque para a atuação do RH, são eles:

  1. Otimizar a estrutura organizacional e distribuir as responsabilidades para fomentar o tema;
  2. Desenvolver líderes, fazendo com que eles entendam os benefícios, riscos e abordagens da inovação;
  3. Treinar e desenvolver as competências dos colaboradores;
  4. Conectar a característica “perfil para inovar” ao processo de avaliação de desempenho;
  5. Recompensar e reconhecer comportamentos e resultados alcançados nas atividades inovadoras;
  6. Valorizar o comportamento empreendedor dos colaboradores e disseminar a cultura de aceitar os erros, entendendo que é possível aprender com eles;
  7. Comunicar internamente a estratégia, processo e regras para inovação;
  8. Recrutar, avaliar e selecionar considerando “perfil para inovar” como uma competência necessária.

Gestão da inovação

gestor de rh falando sobre inovação

Antes de colocar o tema em prática, é interessante pensar em diversos aspectos para que seja possível alcançar bons resultados. “Empresas que pretendem inovar devem passar pelo ‘octógono da inovação’ que traz oito pontos de análise. Boa parte deles envolvem as atividades do RH, por isso, esse profissional é essencial para que a inovação aconteça”, afirma o especialista. Confira quais são esses pontos:

  • Estratégia: como a empresa articula o direcionamento das iniciativas de inovação?
  • Cultura: o que a alta gestão cria e faz para proporcionar um ambiente que estimule a inovação?
  • Relacionamento: de que forma a organização utiliza parceiros, clientes e concorrentes na geração e refinamento de ideias?
  • Pessoas: a empresa incentiva os colaboradores a inovar? Existe algum apoio, incentivo ou reconhecimento?
  • Estrutura: onde está localizada a atividade de inovação? Como ela é organizada?
  • Processo: como as atividades de inovação são geradas, desenvolvidas e avaliadas?
  • Funding: como as iniciativas de inovação são financiadas?
  • Liderança: de que forma os líderes apoiam o ambiente de inovação?

Para implantar a gestão de inovação na empresa, muitas vezes, o RH pode encontrar barreiras. “Uma grande dificuldade é fazer com que as pessoas aceitem as novas ideias e entendam que, quando necessário, terão que mudar seus processos para atingir os resultados positivos esperados. Outro desafio é envolver as equipes de forma que não vejam como um ‘trabalho a mais’, e sim como um processo que faz parte da cultura da empresa”, pontua o especialista.

Felipe Scherer acredita que as tecnologias para gestão de pessoas podem colaborar para colocar a inovação em prática. “As tecnologias contribuem, por exemplo, para recrutar pessoas que possuam o perfil mais inovador e também para colocar o tema como um dos pontos a serem observados na avaliação de desempenho”, destaca.

Para quem quer começar a investir no tema, o especialista dá a dica: “Coloque a inovação como prioridade estratégica, alinhe as lideranças da empresa e reúna pessoas para contribuir com essa gestão, não tente fazer tudo sozinho”, afirma Felipe Scherer.

Felipe Ost Scherer, Sócio-fundador da Innoscience Consultoria em Gestão da InovaçãoConsultor, Palestrante, Escritor e Professor da Escola Superior de Propaganda e Marketing (ESPM).

 

Quer saber mais sobre o tema e implantar uma gestão de inovação na sua empresa? Confira nosso post “4 mitos sobre inovação que todo RH deve saber”.

Comentários