Insights e tendências do HR Tech 2018

Data 25/09/2018
HR Tech

Oferecer tecnologia que se renova e inova constantemente, desenvolve pessoas, aumenta a produtividade e torna a gestão do capital humano estratégica. É isso que as empresas esperam de seus fornecedores de software para RH. Para estar por dentro das práticas mundiais de gestão de pessoas, conhecer as novas tecnologias, fazer benchmarking e compreender como a área de recursos humanos está se reinventando para gerir os talentos, a LG lugar de gente marcou presença no 21º Human Resource Technology Conference & Exposition (HR Tech), maior evento global de tecnologia para RH, que aconteceu entre os dias 11 e 14  de setembro, em Las Vegas (EUA).

O Diretor de Produtos LG lugar de gente, Marcello Porto, participou do evento e compartilha os principais assuntos e insights do 21º HR Tech. Confira:

HR Tech

HR Tech 2018

 

Microservices

De acordo com Marcello, o mercado de gestão de pessoas está evoluindo para os prestadores de serviços especializados, os “microservices”. “Muitos fornecedores estão se dedicando a desenvolver soluções para áreas específicas do RH. Alguns oferecem, por exemplo, apenas uma ferramenta de comunicação com os candidatos, de busca avançada por talentos, portal do candidato ou outra solução específica, que se integra com diversos sistemas”, afirma.

Marcello acredita que essa é uma boa oportunidade para a LG lugar de gente. “Durante todo o evento, avaliamos as possibilidades de parceria com esses fornecedores para termos softwares complementares e oferecermos uma solução cada vez mais completa”, ressalta ele.

Inteligência Artificial e Analytics

O diretor comenta que outro assunto abordado no evento foi a Inteligência Artificial (IA). “Apesar de ser um tema que precisa ser amadurecido, foi amplamente discutido. Os debates traziam questões sobre como a máquina vai aprendendo com as experiências e facilitando o dia a dia da gestão de pessoas. No caso de IA no recrutamento e seleção, por exemplo, ela vai identificando quais são os candidatos com o melhor perfil para cada vaga que a empresa oferta”.

Marcello revela ainda que, em sintonia com a IA, a ciência de análise de dados sobre pessoas também foi debatida no evento. Para ele, “isso demonstra que a LG lugar de gente está no caminho certo, investindo em sua solução de People Analytics”, destaca.

Com relação ao tema, ele compartilha uma frase que chamou sua atenção para reflexão durante o evento. “No futuro, não vamos comprar um software por sua funcionalidade e sim por sua personalidade”. Marcello explica o porquê: “A inteligência artificial vai adquirindo conhecimento e ficando mais fácil de utilizar. Ela vai aprendendo o que você faz e sugerindo melhorias, vai conversando com você. Assim, será construída a personalidade do software, tornando a tecnologia cada vez mais amigável e próxima das pessoas”, detalha.

Uma análise do HR Tech

Marcello destaca que as novas tecnologias para auxiliar os processos seletivos foram os destaques do HR Tech. “Todos os temas discutidos, IA, Analytics e microservices, se relacionavam com a área de recrutamento e seleção. 70% dos fornecedores de RH que participaram do evento tinham uma solução para otimizar a contratação de talentos ou experiência dos candidatos”, comenta.

Marcello Porto HR Tech 2018

Marcello Porto, Diretor de Produtos da LG lugar de gente, no HR Tech 2018

 

Na visão do diretor, diante de tantas novidades de tecnologia para contratação de novos talentos, escolher uma ferramenta para apoiar a área de recrutamento e seleção das empresas tem sido um grande desafio para os gestores de RH. “São tantas novas soluções e cada uma delas com seu ponto forte que fica difícil escolher qual a melhor para sua companhia”, afirma.

Nesse cenário, como escolher a melhor ferramenta? Marcello recomenda que a decisão sobre o sistema seja baseada na estratégia de negócio e de pessoas da empresa. “Acredito que as companhias devem escolher um sistema principal de recrutamento e seleção para ser o orquestrador da área. Esse orquestrador deve ser compatível com os demais sistemas de RH da organização, como a folha de pagamento, e conseguir ‘conversar’ com as soluções complementares e especializadas, desenvolvidas pelos microservices. Assim, é possível se adaptar com mais facilidade sem abrir mão de coisas essenciais”, explica ele.

Marcello reforça que, no mercado de RH, já existem “orquestradores” consolidados. “Mesmo no HR Tech você não vê uma nova solução bem-sucedida de recrutamento. Existem os microservices que se acoplam aos principais orquestradores. Aqui no Brasil, um dos papéis da LG lugar de gente é oferecer essa integração e melhorar cada vez mais nosso produto”, finaliza.

Gostou do tema? Quer saber mais sobre como a tecnologia pode ajudar a área de recrutamento e seleção da sua empresa? Confira o webinar gravado “Games e IA para contratação em escala: agilidade e assertividade no processo seletivo”. Clique aqui para assistir.

Comentários