3 motivos para investir em um bom programa de estágio o quanto antes

Data 11/11/2019
investir em programa de estágio

Seja pela oferta de bons profissionais ou pela demanda presente no mercado atual, encontrar e, acima de tudo, atrair o colaborador ideal segue como um importante desafio a ser superado. Diante desse cenário, investir em programa de estágio pode ser a saída para alcançar trabalhadores qualificados que ainda carecem de alguma experiência.

Investir em programa de estágio

É o que avalia o Presidente da Escola de Mentores, Sidnei Oliveira. Segundo ele, os participantes de programas de estágio já foram vistos, no passado, simplesmente como mão de obra barata, mas sua importância para o mercado mudou.

“Isso criou na gestão um costume de desqualificar de alguma maneira o trabalho do estagiário. Hoje, nós estamos vivendo e experimentando outra realidade, em que as empresas estão adotando o programa de estágio com um olhar de pipeline de sucessão para cargos diferenciados e isso é uma evolução”, avalia.

Confira abaixo 3 motivos para investir em programa de estágio como estratégia de longo prazo para a sua companhia.

1 – Investir em programa de estágio para o pipeline de sucessão

Substituir um funcionário não é tarefa fácil, independentemente da situação. Contudo, com duração de até dois anos, os programas podem ajudar a empresa a avaliar e preparar profissionais com o perfil adequado de olho em suas necessidades futuras.

É o que avalia o Presidente do Centro de Integração Empresa-Escola (CIEE/RJ), Arnaldo Niskier. “As empresas que pretendem estar no topo devem se preocupar com a renovação de seu quadro de pessoal. O estágio dá oportunidade de o RH, durante até 24 meses, avaliar o potencial do estagiário para, então, decidir se ele permanece ou não como efetivo”, afirma.

investir em programa de estágio
Arnaldo Niskier, Presidente do Centro de Integração Empresa-Escola (CIEE/RJ)

Mais do que isso, Arnaldo ressalta que a gestão de pessoas pode desenvolver a seleção de seus avaliados de duas formas: atendendo ao quadro atual ou pensando no crescimento da organização. “Preliminarmente, prevendo possíveis postos de trabalho que ficarão vagos com aposentadorias ou mesmo com substituições futuras. Também prevendo expansão dos negócios ou a criação de uma nova área, que demande perfil diferenciado dos colaboradores”, esclarece.

Para Sidnei Oliveira, encarar o programa de estágio dessa forma dá ainda mais capacidade de planejamento tanto para a empresa como para o profissional. Ele explica que durante o período o RH pode conferir os desempenhos do estagiário e de funcionários efetivos que poderiam ser substituídos por ele caso necessário.

“Ao invés de a empresa contratar o estagiário solto, já o faz pensando em possíveis colocações para ele. É evidente que a empresa não pode deixar travada a condição do estagiário, para ele ser efetivado em determinado tempo em uma vaga que ele ainda nem sabe que existe. Nesse ponto, o melhor movimento é a empresa trabalhar a condição de uma posição que precisará ser sucedida e colocar de dois a três estagiários direcionados para ela durante o período do programa”, recomenda.

2 – Ferramenta de atração e retenção de talentos

Outra vantagem de investir em programa de estágio bem estruturado está em seu impacto na marca empregadora da organização e sua capacidade de atrair e reter talentos.

De acordo com Sidnei Oliveira, isso é o que têm experimentado as empresas que acompanharam a evolução do processo. “Hoje eu diria que, dependendo da empresa e de seu porte, um bom programa de estágio quase se equivale a um programa de trainee”, avalia.

investir em programa de estágio
Sidnei Oliveira, Presidente da Escola de Mentores

Para o especialista, embora as expectativas sejam obviamente diferentes, o amadurecimento da abordagem por parte das empresas, em especial do RH, tem reflexo na manutenção de bons profissionais dentro dos quadros.

“Não tem sido raro encontrar nas empresas pessoas que já estão alçando posições de gerência e que tenham entrado através do programa de estágio”, afirma.

Contudo, para garantir que o resultado seja realmente positivo, Arnaldo Niskier frisa a importância do cuidado que a companhia deve ter ao investir em programa de estágio e cita o auxílio de parceiros como o CIEE.

“Toda empresa deve conhecer quais são seus pontos fracos e, em função disso, estruturar seus programas de atração de novos talentos contando com a colaboração e expertise de um Agente de Integração. Afinal, ele livra a empresa da parte burocrática e oferece, ainda, o apoio de psicólogos e outros profissionais que podem capacitar os jovens estagiários, além de dar segurança jurídica ao processo de contratação”, pontua.

3 – Porta para a inovação

Especialista em conflitos de gerações, Sidnei Oliveira também aponta como a organização pode ser impactada de diferentes formas, incluindo com as novas ideias desses profissionais.

“Eu acho que são vários impactos. O primeiro é na cadeia de sucessão. O segundo é justamente na condição que um estagiário traz, que é renovação e inovação. Ele está em busca de vivência, de experiência, e entrega como contrapartida justamente um olhar mais renovado diante das realidades”, explica.

Para ele, a companhia tem muito a se beneficiar do programa. “Particularmente, acredito que o estágio ou o estagiário dentro da empresa já foi estigmatizado de maneira negativa. Hoje eu diria que é o principal pilar de promoção de renovação da cultura e das ideias da empresa”, frisa.

Para que isso aconteça, Sidnei aconselha que a organização saiba extrair o melhor resultado através de seu investimento no processo. “Uma empresa que saiba aproveitar o estagiário vai criar programas de mentoria reversa, que é muito útil na criação de inovação. Ela vai conceber também programas de desenvolvimento acelerado para outras pessoas adotarem a postura do estagiário”, exemplifica.

Programa de Estágio da LG lugar de gente

Consciente do valor desses profissionais para um negócio focado em inovação, a LG lugar de gente realiza mais uma edição do seu programa de estágio. Até 1º de dezembro, os interessados poderão se inscrever pelo site.

Voltado para estudantes de cursos da área de tecnologia com conhecimentos em desenvolvimento de software, o processo se baseia no crescimento mútuo de empresa e profissional para desenvolver o potencial dos participantes ao longo de um ano de programa.

Por isso, durante os três meses iniciais, os estudantes selecionados têm treinamentos com especialistas da companhia, que ajudam os candidatos a darem os primeiros passos nessa nova realidade.

É o que conta José Ventrilho, Líder de Desenvolvimento de Software na LG lugar de gente, que participou do Programa de Estágio 2017: “A empresa oferece um ambiente com profissionais dispostos a ajudar e com muito conhecimento e experiência na área para compartilhar. Além disso, a LG fornece mecanismos suficientes como feedback e transparência, para estimular a melhor versão de cada pessoa na corporação”.

Quer começar sua carreira na maior empresa brasileira de tecnologia para RH? Clique aqui e inscreva-se no Programa de Estágio LG. Caso não possa participar, compartilhe a notícia com seus contatos que podem aproveitar essa oportunidade.

Comentários