Quais são as tendências de tecnologia para RH em 2021?

Data 06/10/2020

O avanço da transformação digital tem alcançado todas as áreas que compõem uma organização, principalmente agora, após as mudanças impostas pelo isolamento social. O que era previsto para o futuro, tem se concretizado no presente e, embora o cenário pandêmico seja passageiro, o investimento em tecnologia para RH em 2021 deve considerar os novos hábitos adquiridos nesse momento.

Adriano Moura, Diretor Comercial da LG lugar de gente
Adriano Moura, Diretor Comercial na LG lugar de gente

Para isso, além da necessidade de contar com um fornecedor de confiança, é necessário avaliar estrategicamente as necessidades da área de RH. Com o objetivo de facilitar o processo de decisão, conversamos com Adriano Moura, Diretor Comercial da LG lugar de gente, para saber quais são as tendências de tecnologia para o próximo ano.

O foco deve estar na nuvem

Segundo ele, o destaque fica para as aplicações em nuvem. “Tecnologias que levem a descentralização de atividades, mobilidade, uso remoto seguro e controlado, touch, reconhecimento facial, inteligência artificial e tecnologias que tratam grandes volumes de transações”, afirma.

Para Adriano Moura, o uso estratégico da solução pode ajudar as companhias na gestão do capital humano por meio do engajamento nas questões centrais da instituição, como a cultura, níveis de produtividade e comunicação, tudo rapidamente e à distância. “Essas ferramentas permitem que as pessoas executem suas atividades cotidianas de gestão, ainda que estejam remotas. Prestando serviços em locais fora dos escritórios ou em suas casas”, diz.

Influência da pandemia nos investimentos em tecnologia para RH em 2021

É inevitável incluir os impactos da covid-19 nas tendências para o futuro. Durante esse momento, muitas empresas experienciaram o trabalho remoto pela primeira vez, e isso reuniu diversos desafios para os líderes que tinham em seu mindset a vigilância constante no trabalho de sua equipe. Contudo, mesmo que de maneira forçada, o incentivo ao autogerenciamento veio para ficar.

Além disso, as preocupações com o bem-estar físico e mental, e atividades relacionadas ao engajamento dos colaboradores serão impulsionados pelo aumento do trabalho à distância. Adriano Moura mostra que, com atual cenário do isolamento social, a gestão de pessoas deve buscar iniciativas para manter altos níveis de engajamento, produtividade e qualidade na entrega das atividades, independentemente de onde as equipes estejam.

Como exemplo de solução para isso, Adriano cita a gamificação como atividade bem-sucedida e não presencial que pode ser tão relevante quanto aquelas que eram realizadas no escritório.

Os jogos corporativos, consistem na aplicação de princípios que criam uma experiência de aprendizagem eficaz e envolvente, fornecendo motivação, competição saudável e aprendizado lúdico, ao mesmo tempo em que oferecem indicadores mais completos e confiáveis através do analytics.

Benefícios da tecnologia para RH entre gestores e colaboradores

Para o Diretor Comercial da LG, em 2021, a área de gestão de pessoas deve focar na busca e implementação de tecnologias que acelerem a digitalização de processos. Dessa forma, a experiência do colaborador e os resultados da organização terão melhoras constantes e conjuntas.

Como exemplo de uma tecnologia que tem esse potencial, a LG lugar de gente oferece em sua gama de produtos a LiGia. Por meio de um conjunto de soluções, como games, chatbots e analytics, a ferramenta permite automatizar a jornada do colaborador nas companhias e ajuda a transformar dados em insights para aprimorar a tomada de decisão nas organizações.

Sua empresa já começou a se preparar para 2021? O RH não pode perder tempo nesse momento. Confira aqui o passo a passo para organizar a gestão de pessoas da sua empresa para o próximo ano.