Por que finalizar o ano com uma auditoria dos valores da organização?

Data 03/12/2018
Valores

Com o fim de mais um ano se aproximando, muitas organizações se preocupam em fazer avaliações e alinhamentos com seus colaboradores, afim de analisar aspectos positivos e negativos do período e, assim, desenvolver projetos e planos para melhorar os resultados no próximo ano. Nesse momento, a distorção de valores entre empresa e pessoas pode ser o ponto mais desafiador.

Valores

De acordo com Nate Dvorak, pesquisador, e Niraj Patel, consultor sênior, ambos da Gallup, empresa de pesquisa de opinião dos EUA, uma cultura orientada por valores impulsiona o crescimento organizacional e atrai os melhores talentos. Afinal, profissionais que são referência querem trabalhar para uma organização próspera.

Entretanto, essa não é a realidade das companhias. Um estudo da Gallup mostrou que apenas 27% dos funcionários concordam fortemente com os valores de sua empresa. E somente 23% acreditam que podem aplicar esses valores ao seu trabalho todos os dias.

Por que os valores importam?

Para os especialistas da Gallup, os funcionários que pertencem aos locais de trabalho com valores que os satisfazem são mais propensos a se tornarem embaixadores da marca, recrutando talentos e proporcionando experiências convincentes aos clientes.

Para tanto, as empresas que desejam os benefícios de uma cultura alinhada devem considerar revisar e maximizar seus valores. As circunstâncias do negócio, como fusões e aquisições, uma nova direção estratégica ou mudanças na liderança, muitas vezes exigem alterações nos valores.

Gestores com visão de futuro usam uma abordagem baseada em dados para redefinir seus valores e desenvolver uma cultura na qual os funcionários os incorporem, além disso, escolhem aqueles que atraem o tipo certo de talentos e clientes. Uma análise de dados também pode ajudar a apresentar estratégias personalizadas para dar vida à cultura definida pela empresa.

Nesse cenário, Nate e Niraj destacam três perguntas para as organizações descobrirem se devem renovar seus valores, confira:

1- Nossos valores repercutem entre os funcionários e clientes?

Avaliar objetivamente os valores da organização, pois é comum descobrir que sua filosofia operacional evoluiu e seus valores não são mais relevantes. Eles devem ser de fácil compreensão para os funcionários, aplicáveis ​​ao seu trabalho cotidiano e pertinentes às suas ações e decisões.

Relevância para os clientes também é fundamental, porque os valores de uma companhia mostram o motivo pelo qual uma empresa é única e o que ela representa. Quando os valores são definidos e articulados corretamente, eles são verdadeiros para os atuais clientes e funcionários. Além de atrair clientes em potencial e candidatos a emprego talentosos.

2- Como nossos líderes dão um exemplo?

Na prática, não são as organizações que “têm valores”, mas sim seus funcionários que os praticam diariamente. E isso começa na alta gestão: os executivos e os líderes seniores devem demonstrar os comportamentos que desejam ver nos funcionários. É relevante deixar explícito seu apoio aos valores fundamentais e ilustrar como eles influenciam suas decisões.

Se isso não acontecer, os funcionários ficam com a ideia de que os valores são apenas palavras na parede. Por exemplo, os líderes podem agregar valor às experiências do cliente, demonstrando atitudes dos valores da empresa ao interagir com os clientes. Os gerentes devem apoiar ações, metas e políticas que se alinhem com os valores pretendidos da empresa.

3- Como nossos melhores funcionários incorporam nossos valores?

Os valores da organização definem o tom de como os colaboradores representam a empresa e influenciam as mensagens que uma companhia passa aos seus clientes, assim como as experiências que eles têm. Estudar como os melhores funcionários trazem os valores essenciais para o cotidiano ajuda os líderes a incentivar todos os outros funcionários a também adotarem tal comportamento.

Isso porque, com essa análise, é possível capturar insights sobre como os profissionais de alto desempenho utilizam os valores corporativos para beneficiar os clientes internos e externos. A partir daí, os gestores podem desenvolver uma estratégia personalizada para promover comportamentos desejados e aumentar a adoção de valor em toda a companhia.

Responder essas questões sobre a realidade da empresa em 2018 requer análises aprofundadas. Com os dados certos em mãos, a alta gestão pode tomar decisão sobre quais são e como dar vida aos valores da organização. Isso pode significar, simplesmente, uma revisão dos valores existentes ou começar novamente, com valores que capturem totalmente a identidade desejada para o próximo ano.

Em seguida, é importante desenvolver uma comunicação direcionada para transmitir valores essenciais em todos os níveis da empresa. Engajar líderes, gerentes e funcionários como responsáveis ​​por representar valores essenciais vai manter os valores vivos a longo prazo.

Quer conhecer histórias de empresas que, além de valores, aplicam com excelência a gestão do capital humano? Clique aqui e leia o ebook que mostra como atrair verdadeiros talentos, aplicar onboarding para integrar novos colaboradores e outros assuntos importantes para as organizações.

Esse texto contém tradução livre do artigo “It’s Time for a Core Values Audit”, publicado no blog da Gallup.

LG é Top of Mind de RH