Games corporativos alcançam o melhor engajamento no novo cenário

Data 03/08/2020
games corporativos

Os games corporativos não são mais novidade. No entanto, diante da adoção obrigatória de novas tecnologias para lidar com a pandemia de covid-19, a importância dessas soluções ganhou destaque renovado. Mas o que justifica essa atenção?

games corporativos

A questão é que a transformação digital, até certo ponto forçada, acontece acompanhada de uma mudança de mindset inevitável. Nesse cenário, manter ou até mesmo melhorar a conexão da empresa com seus colaboradores exige novas abordagens.

Para o Vice-Presidente da LG lugar de gente, Felipe Azevedo, trazer a gamificação para dentro do contexto da organização é uma estratégia chave que está alinhada tanto ao momento atual como ao que virá mais adiante.

Usabilidade dos games corporativos

Em suma, a experiência dos games corporativos carrega o ideal de estimular um envolvimento maior dos funcionários com os esforços da organização, sejam eles quais forem.

Isso significa dizer que essas soluções podem ajudar desde a disseminação de cuidados e políticas adotadas pela empresa para proteger a saúde de seus colaboradores diante da covid-19 até o lançamento de novos produtos.

Felipe Azevedo games corporativos
Felipe Azevedo, Vice-Presidente na LG lugar de gente

Como exemplo, Felipe cita o app Gen.te Desafia, solução gamificada da LG lugar de gente focada em aumentar o engajamento do usuário.

“Dada sua dinâmica competitiva, esse aplicativo funciona muito bem e tem sido cada vez mais utilizado pelas empresas. Podendo tratar de qualquer assunto, essa gamificação tem a intenção de gerar um alto engajamento nos colaboradores”, pontua.

Por isso, a utilização de games corporativos e soluções gamificadas diante do contexto atual tem se tornado tão atrativa e efetiva dentro de estratégias de aprendizado digital.

Contudo, a Gerente de Operações LMS e Games na LG lugar de gente, Eliane Dilinsk, ressalta que os benefícios dessa tecnologia vão além, em especial, diante da possibilidade de serem desenhadas para situações específicas.

“Além do aplicativo Gen.te Desafia, a LG também poderá preparar games diagnóstico para levantar gaps de aprendizado ou games para certificar os colaboradores sobre determinados conhecimentos. Essas soluções são construídas de forma personalizada, ou seja, atendendo a real necessidade de cada cliente”, pontua.

Gamificação e o distanciamento

Mais do que trazer resultados baseados em um maior engajamento em qualquer que seja a rotina abordada pela empresa, os games corporativos têm mostrado bastante valor na atenção com a saúde e bem-estar dos colaboradores em meio ao isolamento.

Eliane Dilinsk games corporativos
Eliane Dilinsk, Gerente de Operações LMS e Games na LG lugar de gente

Segundo Eliane, o momento é propício à adoção de tecnologias que, de uma forma lúdica, sejam capazes de reduzir a sensação de distanciamento entre as pessoas, mesmo que em um ambiente virtual.

Nesse contexto, a especialista cita exemplos. “Os games ajudam a manter a mente ativa e as interações com as pessoas a distância. A realidade virtual auxilia, através da imersão, nos impactos psicológicos e na redução da ansiedade geradas pelo fato de as pessoas precisarem se manter em isolamento social. O e-learning traz o aprendizado à distância em momentos nos quais devemos evitar os eventos presenciais”, enumera.

App Gen.te Desafia na prática

No final de junho, a LG lugar de gente propôs uma competição ao mercado e através da solução Gen.te Desafia lançou o game Desafio Covid-19, que tinha como objetivo ampliar a conscientização das pessoas sobre temas relacionados a pandemia, saúde e trabalho remoto. Além de oferecer uma experiência divertida, o jogo incentivou a cultura de aprendizagem digital dentro das organizações.

Os participantes, ao responder as perguntas desse game corporativo, adquiriam novos conhecimento, avançavam de fases e conheciam na prática como funciona uma solução de gamificação.

A empresa vencedora foi a Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano do Estado de São Paulo (CDHU), que ganhou uma degustação gratuita e personalizada do app Gen.te Desafia. A organização deixou um feedback de como foi participar da experiência:

“O Desafio Covid-19 foi uma ação que envolveu todos os funcionários da área de Gestão de Pessoas. No início do Desafio, a equipe estava distante das atividades presenciais há três meses e envolvê-los foi bastante desafiador e motivador. Aos poucos fomos percebendo a integração entre os colaboradores, que passaram a estimular a participação dos demais, trazendo vivacidade, diversão e pertencimento.”

Cultura e a responsabilidade do RH

Ainda que os games corporativos sejam uma adição valiosa às rotinas da organização, as vantagens dessas ferramentas precisam ser cuidadosamente comunicadas internamente para que a adesão realmente aconteça.

Para Eliane, depois de definir o uso de soluções gamificadas, o RH tem o papel fundamental de comunicar e engajar os colaboradores na importância dessas aplicações no aprendizado dos temas propostos.

Mais do que isso, a especialista destaca que é importante também reforçar que essas soluções irão permitir que os colaboradores retornem aos conteúdos estudados para repassar pontos que forem identificados como gaps.

“Um bom plano de comunicação deverá ser preparado para apoiar o lançamento dos games corporativos, que certamente serão muito bem avaliados pelos colaboradores”, afirma.

A partir desse trabalho de adesão, o uso de aplicações gamificadas, como o Gen.te Desafia, servem para desencadear um efeito cascata de fortalecimento da comunicação interna que, segundo Eliane, traz benefícios tanto para o funcionário quanto para a corporação.

“Colaboradores poderão entender onde estão seus gaps para reforçar o conhecimento sobre os determinados temas. A partir do reforço dos conhecimentos faltantes, se bem direcionados pelos gestores, eles poderão se tornar colaboradores mais completos, trazendo maior eficiência e eficácia no trabalho realizado. Isso termina em melhores resultados para as carreiras individuais e, consequentemente, para a empresa”, completa.

Felipe Azevedo ressalta que isso não precisa permanecer restrito a sistemas estáticos e rotinas complexas.

“O aplicativo desafio pode ser realizado tanto via desktops quanto por meio de dispositivos mobiles. É uma solução de fácil utilização, com uma experiência do usuário muito boa”, avalia.

Por fim, o Vice-Presidente da LG lugar de gente aposta no dinamismo de games corporativos e soluções gamificadas, a exemplo do app Gen.te Desafia, como aliados fundamentais da empresa no fortalecimento ou transformação de cultura e práticas.

“Esse sim é um aplicativo que pode ser utilizado para disseminar novos valores ou para discutir qualquer coisa relacionada à cultura. Na medida que gera engajamento, com certeza, ele acaba servindo de ferramenta de conscientização e mobilização”, finaliza.

Quer experimentar na prática como uma solução gamificada pode ajudar sua empresa a lidar com os desafios de cenários complexos como o momento atual? Clique aqui e conheça as soluções em games da LG lugar de gente.

Comentários